1.480 VACINADOS EM UM DIA: Kalil acompanha vacinação e quer seguir proposta do ministério da saúde de usar inicialmente a primeira dose

Aplicar a primeira dose sem a necessidade de reservar a segunda dose pode ampliar os imunizados para 50 anos acima

Várzea Grande quer ampliar a imunização contra a COVID 19 por determinação do prefeito Kalil Baracat que neste final de semana acompanhou os trabalhos de vacinação na Clínica Médica do Centro Universitário de Várzea Grande – UNIVAG, com que a Administração Municipal formalizou parceria para atendimento à população.

Somente no sábado foram aplicadas 1.480 doses de vacina, seja através de drive thru ou em atendimento nos consultórios médicos da instituição de ensino.

“Nós seguimos as determinações do Plano Nacional de Imunização – PNI do Ministério da Saúde e como estão autorizando a utilização de todas as vacinas recebidas como primeira dose, sem a necessidade de guardar a segunda dose que será repassada antes do prazo final, acredito que iremos adotar essa nova estratégia e ampliar a nossa vacinação”, disse Kalil Baracat acompanhado pela primeira-dama e promotora de Justiça, Kika Dorilêo Baracat.

Ele sinalizou que Várzea Grande até o momento já vacinou mais de 12 mil pessoas, só que, para cada primeira dose aplicada, a segunda dose correspondente de cada vacina foi guardada e devidamente acondicionada, o que tornar a vacinação mais lenta que em outros lugares, mas por outro lado mais segura.

O secretário de Saúde, Gonçalo Barros, frisou que a CoronaVac tem um prazo menos dilatado entre a primeira e a segunda dose, sendo de 14 a 28 dias, já a Oxford/AstraZeneca, o prazo mais elástico chega até 90 dias entre a primeira e a segunda doses.

Kalil Baracat sinalizou que irá levar ao Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID 19) de Várzea Grande a proposta de aplicar todas as vacinas recebidas como primeira dose, resguardada pela decisão do Ministério da Saúde de que não faltará no prazo estipulado a segunda dose necessária, seja da CoronaVac ou da Oxford/AstraZeneca.

“Quem terá a palavra final serão os médicos e os profissionais técnicos da Saúde para decidirmos se iremos acompanhar a decisão do Ministério da Saúde e aplicar todas as doses recebidas aguardando a remessa da segunda ou se manteremos a nossa atuação inicial. Se as doses já recebidas e as que chegam nesta semana foram aplicadas no total como primeira dose, a Secretaria de Saúde de Várzea Grande acredita na possibilidade de reduzirmos os vacinados para menos de 60 anos”, disse Kalil Baracat.

Na próxima terça-feira, 23, a Prefeitura de Várzea Grande espera concluir a vacinação dos idosos de 75 anos para cima, lembrando que em todas as etapas realizadas do Dia D de vacinação contra a COVID sempre foram atendidos os trabalhadores da saúde e os idosos de 75 acima, ou seja, aparecem aqueles que por um ou outro motivos não foram vacinados na data especificada e agora precisam ser imunizados, desde que seguidos os critérios da inscrição no site oficial www.varzeagrande.mt.gov.br na aba IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE – CADASTRO PARA VACINA COVID 19.

“Vamos ainda nesta semana fazer um novo Dia D, provavelmente na sexta-feira, 26 ou sábado, 27, para aplicar novas vacinas para aqueles de 70 anos ou mais. Agora se ficar técnica e cientificamente autorizado que se aplique apenas a primeira dose acho que iremos abaixar para 65 ou até mesmo 60 anos, lembrando que o maior universo dos idosos está justamente entre 60 e 75 anos de idade em Várzea Grande”, explicou o titular da Saúde Municipal, Gonçalo Barros.

O prefeito de Várzea Grande sinalizou ainda que vai analisar a proposta do Governo do Estado quanto a antecipação dos feriados, mas insistiu que preferia fazer uma parada mais ampla, do dia 27, sábado até dia 05 de abril, segunda-feira, com duração de 10 dias, mas com tudo fechado e só mantendo aqueles essenciais mesmos. “Temos uma proposta mais endurecida que do governador Mauro Mendes e coloquei ela na mesa de discussão na Live realizada pelo Governo do Estado, sendo que nossa proposta foi a mesma da Federação das Indústrias de Mato Grosso – FIEMT, mas como o entendimento foi por paralisações temporárias de três dias na semana que vem e mais dois dias na outra semana, além dos feriados de Sexta-feira Santa e Páscoa, temos uma tendência de seguir e ampliar as discussões para que o melhor em prol da população e da saúde seja a medida adotada”, disse Kalil Baracat.

“A única forma da população nos ajudar a ajudar eles mesmos é não aglomerando, mantendo o distanciamento mesmo para aqueles que precisam trabalhar e usar meios de higienização rigorosos como uso de máscara, álcool em gel e água e sabão para que controlemos a COVID 19 e salvarmos vidas humanas, pois todas importam”, disse o prefeito.

Total de Vacinas aplicadas no sábado, 20 de março de 2021, tanto de primeira como segunda doses: 1.480:

Primeira dose: 1.444 vacinados

•             1.046 idosos

•             398 profissionais de saúde

Segunda dose: 36 vacinados

•             13 idosos

•             23 profissionais de saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *