Adolescente que comercializava drogas a mando de traficante é apreendido em Várzea Grande

Um menor que atuava no comércio de entorpecente a mando de um traficante com várias passagens foi apreendido em flagrante, na tarde de terça-feira (29.09), em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). O adolescente, de 16 anos, foi flagrando no ponto de venda de drogas que funcionava em um terreno no bairro Marajoara em Várzea Grande.

Os policiais da DRE receberam informações sobre a intensa movimentação de tráfico no local. Segundo a denúncia, o comércio ilícito era realizado por um conhecido traficante, que estava aliciando adolescentes para atuar na venda de drogas na região.

A equipe de investigadores passou então a monitorar o endereço, conseguindo identificar um menor de idade que passava o dia em um terreno sem nenhuma construção. Os policiais realizaram a abordagem do suspeito, sendo encontrada com ele uma carteira de cigarros com dez porções de pasta base de cocaína, já embaladas para venda.

Em buscas no terreno, os investigadores encontraram debaixo de uma folha de bananeira mais porções de pasta base e de maconha, além de balança de precisão, apetrechos para embalo da droga, e dinheiro.  Diante das evidências, o menor foi conduzido à DRE, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo ato infracional análogo ao  tráfico de drogas.

De acordo com o delegado, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o traficante responsável pela o aliciamento dos menores já foi alvo de investigações anteriores da DRE, ocasião em que foi apreendido em seu endereço porções de cloridrato de cocaína, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar expedido pela 3ª Vara de Delitos Tóxicos de Várzea Grande.

Em 2019, o suspeito também foi preso em ação realizada pela Polícia Militar, flagrado em posse de drogas e dinheiro. O traficante é monitorado por tornozeleira eletrônica, porém o dispositivo está desligado desde o dia 25 de setembro.

“Ele é contumaz na prática do tráfico de drogas e agora também está aliciando menores para atuar na venda de entorpecentes, na tentativa de evitar a imputação de tráfico de drogas, tendo em vista seus maus antecedentes”, disse o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *