Após figurar entre os ‘Cabeças do Congresso’, Wellington entra na lista da Elite Parlamentar

Relação é formada por parlamentares que atuam decisivamente sobre o andamento dos trabalhos do Congresso Nacional

A consultoria Arko Advice divulgou, nesta segunda-feira (21), a relação de deputados federais e senadores que integram a Elite Parlamentar de 2019. De Mato Grosso, o senador Wellington Fagundes (PL) é o único na lista e aparece na condição de “líderes informais” – parlamentares que possuem qualificação específica para debater temas tais como: assuntos jurídicos; infraestrutura, economia, entre outros.  Fagundes é presidente da Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura, composta por 196 deputados federais e 28 senadores.

Segundo o cientista político Murillo de Aragão, da Arko Advice, a elite política é formada por parlamentares que atuam decisivamente sobre o andamento dos trabalhos, a elaboração da agenda legislativa e/ou que representam interesses organizados da sociedade brasileira ou facções políticas relevantes. Negociam com o Poder Executivo, representam grupos de pressão, operam na busca do consenso e influenciam nas decisões do Executivo ou deixam sua marca no processo deliberativo do Congresso Nacional.

Em 2017, Wellington Fagundes figurou entre os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional, em lista elaborada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP). Na categoria “Os ‘Cabeças’ do Congresso Nacional”, se destacou na subcategoria de “Articuladores/Organizadores” como sendo referência nos temas economia e desenvolvimento regional.

Além da Frenlogi, Fagundes ocupa mais dois postos de destaque no Congresso Nacional:  é líder do Bloco Parlamentar Vanguarda, formado por parlamentares do Democratas, PL e PSC; e vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios Brasileiros, a segunda maior do Congresso Nacional. Ele é ainda membro da Comissão Mista de Orçamento (CMO), onde ocupou a relatoria da Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *