Bolsonaro convida Wellington para ato de sanção de projeto das vacinas

Solenidade está marcada para a próxima segunda-feira, no Palácio do Planalto

O senador Wellington Fagundes (PL-MT) foi convidado pelo presidente Jair Bolsonaro a participar de um ato simbólico para a sanção do projeto de Lei 1323/2021, de sua autoria e que dispõe sobre autorização para que as plantas industriais destinadas à fabricação de produtos de uso veterinário sejam utilizadas na produção de vacinas contra a covid-19 no Brasil.

Aprovado pelo Senado no mês passado, o projeto já foi oficialmente sancionado pelo presidente, mas o ato, que estava programado para a semana passada, teve que ser cancelado diante do quadro de saúde de Bolsonaro.

O projeto permite que as plantas industriais de saúde animal passem a produzir vacinas contra a covid-19. Pelo menos três delas estão amplamente estruturadas, com nível máximo de biossegurança e capacidade de até 400 mil doses em 90 dias.

“É a autonomia do Brasil na produção de vacinas e ainda poderemos ajudar outros países”, diz o senador.

Segundo ele, o ato simbólico comandado pelo próprio presidente Bolsonaro confirma a importância do projeto de Lei 1323/2021, que representa a autonomia do Brasil na produção de vacinas. Além disso, o país poderá ajudar outras nações no programa de imunização contra a doença.

“A vacina é a melhor forma de vencermos essa pandemia e sabemos que o Brasil tem plenas condições de liderar o processo de produção de doses suficientes para a sua população e até ajudar outras nações”, avalia o parlamentar.

O ato está marcado para o gabinete do presidente, na segunda-feira, às 14h30 (horário MT) e deverá contar com a presença dos ministros Flávia Arruda (do Governo), Milton Ribeiro (da Educação) e Marcelo Queiroga (da Saúde).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *