Botelho destaca entrega de recursos para 14,3 mil famílias carentes de VG

Cartão do programa Ser Família representa alívio à população que enfrenta a pandemia com dificuldades financeiras

Depois de contemplar famílias menos favorecidas de Cuiabá, neste sábado (01), foi a vez de receber o cartão do programa social Ser Família Emergencial a população carente de Várzea Grande. Numa parceria da Assembleia Legislativa e Governo do Estado, o auxílio no valor de R$ 150 representa alívio às 14,3 mil famílias beneficiadas que enfrentam a pandemia com dificuldades financeiras e desemprego.

Defensor de parcerias que amenizem o sofrimento dos menos favorecidos, o primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado Eduardo Botelho (DEM) esteve no local e mencionou a importância da ação, que levará comida à mesa de milhares de cidadãos. “Esse programa é a parceria da Assembleia com o governo do estado para levar o auxílio à população necessitada, que está sem emprego, sem condições. Então, são 14,3 mil famílias que serão atendidas aqui”, disse Botelho.

A exemplo do que vivencia a dona de casa Patrícia Neves da Silva, com quatro filhos pequenos e o marido desempregado ela é uma das beneficiadas. “Moro aqui em Várzea Grande e esse cartão é muito bom nessa pandemia. Vai ajudar muito”, afirmou.

O prefeito Kalil Baracat informou novas parcerias para melhorar as condições de vida dos moradores de Várzea Grande. “Vamos buscar parcerias para infraestrutura como saneamento básico. O senador Jayme Campos falou que temos previsto investimentos na ordem de R$ 74 milhões para saneamento básico, água e esgoto”.

Ao lado da primeira-dama, Virginia Mendes, que idealizou o projeto, o governador Mauro Mendes lembrou as dificuldades enfrentadas quando assumiu o estado, inclusive com obras paradas em todo estado e a aprovação do pacote de medidas fiscais, que possibilitou a economia aos cofres públicos e a retomada do desenvolvimento. Mendes garantiu iluminação pública em todos os bairros de Várzea Grande e agradeceu a ALMT pela parceria.

Também anunciou mais dois meses de auxílio emergencial, graças a parceria selada com o senador Jayme Campos. Juntos, assumiram o compromisso de liberar mais R$ 30 milhões para ajudar os menos favorecidos. “O cartão só pode ser usado para comprar alimentação. Dia 8 podem ir aos mercados credenciados para utiliza-lo que estará creditado”, afirmou o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *