Caça Gripen da FAB realiza primeiro voo no Brasil

Voo entre Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina, e Gavião Peixoto (SP) durou uma hora. Aeronave que chegou de navio ao país é o primeiro dos 36 caças anunciados há 7 anos.

O novo caça Gripen da Força Área Brasileira (FAB) realizou o primeiro voo no espaço aéreo brasileiro. Na tarde desta quinta-feira (24), ele decolou do aeroporto ministro Victor Konder, em Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina, em direção ao Centro de Ensaios em Voo do Gripen, na planta da Embraer, em Gavião Peixoto (SP).

O Gripen é o primeiro F-39E das 36 unidades que tiveram a compra anunciada em 2013. A duração do primeiro voo foi de aproximadamente 1 hora. O caça pousou por volta das 15h30 em São Paulo, segundo a Força Aérea Brasileira.

“É uma grande oportunidade fazer esse primeiro voo e, sentir nas asas, o ar do Brasil”, disse Marcus Wandt, piloto de testes chefe em um vídeo divulgado pela Saab, empresa sueca responsável pela fabricação.

Caça Gripen decolou de Navegantes e levou pouco mais de 1h até São Paulo  — Foto: Saab/Divulgação
Caça Gripen decolou de Navegantes e levou pouco mais de 1h até São Paulo — Foto: Saab/Divulgação

O caça chegou ao Brasil de navio no domingo (20) pelo porto de Navegantes, foi rebocado pelas ruas da cidade na madrugada de terça-feira (22), incluindo a BR-470, para poder ser levado do porto até o aeroporto, de onde decolou pouco depois das 14h desta quinta no voo de estreia no Brasil.

Caça Gripen decolou de Navegantes pouco após às 14h desta quinta-feira, 24 de setembro — Foto: Diorgenes Pandini/NSC
Caça Gripen decolou de Navegantes pouco após às 14h desta quinta-feira, 24 de setembro — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

O caça ficou desde terça-feira sendo preparado para o voo, passando por verificações técnicas que incluíram testes de acionamento do motor e taxiamento em solo.

“Realizamos alguns testes para ter certeza de que o avião está pronto para voo. Depois de chegar em Gavião Peixoto, vamos programar os testes que serão feitos no Brasil e continuar voando”, disse o piloto-chefe da Saab.

Nesta quinta-feira, por volta das 12h, a aeronave estava em um hangar e só foi levada para a pista pouco depois das 13h, cerca de uma hora antes da decolagem.

Caça Gripen da FAB decolou de SC no primeiro voo em solo brasileiro  — Foto: Diorgenes Pandini/NSC
Caça Gripen da FAB decolou de SC no primeiro voo em solo brasileiro — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

A estreia foi acompanhada por um grupo restrito de pessoas que estava que pôde ficar na área externa do aeroporto.

Caça da FAB Gripen ficou em hangar em Santa Catarina antes de partir no primeiro voo — Foto: Saab/Divulgação
Caça da FAB Gripen ficou em hangar em Santa Catarina antes de partir no primeiro voo — Foto: Saab/Divulgação

O caça que estava em Navegantes será apresentado oficialmente em uma cerimônia em Brasília em outubro. A previsão de entrega à FAB das primeiras aeronaves é para 2021.

Deslocamento pelas ruas

Caça Gripen da FAB chegou ao Brasil de navio pelo porto de Navegantes — Foto: Saab/Divulgação
Caça Gripen da FAB chegou ao Brasil de navio pelo porto de Navegantes — Foto: Saab/Divulgação

Fabricado na Suécia, o caça chegou ao Brasil de navio pelo proto de Navegantes em uma área reservada. Não veio voando porque está em fase de testes e ainda precisava de inclusão de mais equipamentos.

Caça foi rebocado pelas ruas de Navegantes para ser levado porto ao aeroporto em 22 de setembro — Foto: Saab/Divulgação
Caça foi rebocado pelas ruas de Navegantes para ser levado porto ao aeroporto em 22 de setembro — Foto: Saab/Divulgação

O deslocamento do caça pelas ruas de Navegante ocorreu na madrugada de terça-feira (22) por volta das 4h em um percurso de dois quilômetros. Em algumas ruas por onde o caça passou, a asa quase encostava nos muros.

A operação contou com mais de 100 agentes de segurança envolvidos, barreira policial e patrulhamento nos bairros onde há mais ocorrências criminais.

Em algumas ruas de Navegantes, asa do novo caça da FAB passou perto de muros  — Foto: NSC TV/Reprodução

Em algumas ruas de Navegantes, asa do novo caça da FAB passou perto de muros — Foto: NSC TV/Reprodução

Transferência de tecnologia

Em agosto do ano passado foi realizado o voo inaugural na Suécia. A expectativa é que este caça auxilie nos trabalhos em solo brasileiro com as demais aeronaves a serem montadas.

Caça Gripen na pista do aeroporto de Navegantes para o primeiro voo no Brasil — Foto: Diorgenes Pandini/NSC
Caça Gripen na pista do aeroporto de Navegantes para o primeiro voo no Brasil — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Cerca de 200 engenheiros, montadores e pilotos receberam treinamentos. Os últimos 15, dos 36 aviões, devem ser produzidos e montados em solo brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *