Cachorro morre envenenado em casa no centro de Várzea Grande

Pastor Suíço ficou internado por 24 horas antes de vir a óbito nesta segunda-feira

O cão de guarda, Mister M, morreu na madrugada desta segunda-feira (8) em decorrência de um envenenamento no dia anterior.  

Na madrugada de domingo (7), Antonio Torquato, empresário, recebeu a ligação do vizinho de que seu cachorro foi envenenado. O Pastor Suíço guardava uma casa e era atendido todos os dias por seus donos, que moram em frente. Ao chegar no local, Torquato e seu filho, Marco Antonio, encontraram o cão babando muito e caído no quintal. 

Imediatamente deram entrada em uma clínica veterinária no bairro Novo Horizonte, Várzea Grande. O animal esteve internado e recebeu os devidos medicamentos, a fim de expelir as substâncias. Estima-se que o envenenamento tenha ocorrido após as 6h30, horário no qual o vizinho teria ouvido latidos vindos da casa. Mister M só veio a ser socorrido uma hora depois.

“Estamos arrasados. Suspeitamos que foi uma tentativa de entrar na casa que ele guarda” relata Antonio, ainda perplexo com o acontecimento.

De acordo com a médica veterinária responsável pela clínica, a substância utilizada foi veneno para ratos. 

“É uma crueldade sem tamanho. É muito triste, não tinha nenhum motivo para terem feito isso com ele” desabafa Marco Antonio, o estudante era mais próximo ao cão, que registrou boletim de ocorrência sobre o ocorrido.

Na imagem, de alguns meses atrás, Mister M aparece recém recuperado de um câncer na pata.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *