CÂNCER DE MAMA: Max Russi participa de lançamento da Carreta Outubro Rosa: “Assembleia tem procurado dar todo apoio”, assegura.

Unidade móvel pretende atender mais de 2000 mulheres. Presidente da Assembleia Legislativa avalia que a media possa aliviar a demanda reprimida de procedimentos prevenção, principalmente na região sul de Mato Grosso

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), participou do lançamento da Carreta Outubro Rosa no estacionamento do Hospital Estadual Santa Casa, nesta segunda-feira (04). Russi parabenizou a inciativa do Governo do Estado e garantiu total apoio do Parlamento nas medidas de prevenção ao câncer de mama. “A gente fica feliz com essa ação e tem procurado dar todo o apoio”, assegurou.

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a unidade móvel de Saúde da Mulher ficará estacionada no hospital até o final do mês e vai auxiliar nos exames preventivos.

Max Russi avalia que a media possa aliviar a demanda reprimida de procedimentos prevenção, principalmente na região sul de Mato Grosso. “Muitas mulheres ainda tem dificuldade do acesso aos exames, principalmente o de mamografia. Então precisamos dessas políticas públicas para facilitar, dar condições e oportunidade salvar muitas vidas”, ressalta.

O evento, alusivo ao Outubro Rosa, contou com a participação do govenador Mauro Mendes, do secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, da primeira-dama Virgína Mendes, do deputado estadual Dr.João (MDB), presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa, da diretora do Hospital Estadual Santa Casa, Patrícia Neves, vereadores e autoridades.

Ainda de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, a Campanha Outubro Rosa do HESC ofertará consultas médicas especializadas e exames para prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer do colo do útero. As ações serão realizadas em forma de mutirão durante todo mês de outubro de 2021.

A intenção é que mulheres de baixa renda tenham acesso aos serviços médicos. O público alvo são mulheres entre 40 e 69 anos de idade, usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS). A meta é realizar 1.840 consultas com mastologista, 3.312 consultas com ginecologista, 1.840 exames de mamografia, 3.312 exames de Papanicolau, 1.380 ultrassonografias de mama e 1.380 ultrassonografias ginecológicas, segundo a SES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *