Cinco suspeitos de ajudar na fuga de suspeitos de espancar PM até a morte em loja de conveniência são presos em Várzea Grande

Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos, foi morto após se desentender com os dois homens no banheiro do local. Criminosos passaram por hipódromo, onde receberam ajuda, segundo a polícia.

Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos — Foto: Arquivo pessoal

Cinco pessoas foram presas nesta terça-feira (27) suspeitas de ajudarem na fuga de dois homens de matarem o policial militar Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos, no domingo (25), em uma loja de conveniência em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá. A vítima foi espancada até a morte após uma discussão no banheiro do estabelecimento.

O coronel da Polícia Militar, Januário Batista, afirmou que a polícia recebeu uma denúncia anônima de que os suspeitos do crime estavam escondidos em um hipódromo, em Nossa Senhora do Livramento, município a 31 km de Várzea Grande, onde eles, inclusive, tinham cavalos.

No hipódromo, a polícia encontrou dois funcionários, os quais informaram que havia um carro com as mesmas características do usado pelos suspeitos de assassinar o PM.

Primeiro, os policiais encontraram o carro citado pelas testemunhas.

O proprietário do hipódromo foi apontado como alguém que sabia o paradeiro dos suspeitos. À polícia, ele informou que, de fato, os conhecia e que, inclusive, tinha dado uma motocicleta para ajudá-los a fugir e que havia indicado aos criminosos outra pessoa que poderia ajudá-los a se esconderem.

Essa outra pessoa foi localizada e confessou que tinha emprestado aos autores do homicídio outro veículo e que tinha os ajudado porque os conhecia e que eles tinham cavalos no local.

Os suspeitos do crime ainda não foram localizados.

Um deles está com um mandado de prisão em aberto por outro crime, de acordo com a Polícia Militar.

De acordo com a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, Roberto Rodrigues estava de folga quando foi morto.

O policial estava acompanhado da namorada quando parou na conveniência para ir ao banheiro. O estabelecimento fica na Rodovia Mário Andreazza.

Estranhando a demora, a namorada de Roberto, que havia ficado no veículo esperando, decidiu procurá-lo. Ela, então, encontrou o namorado caído desacordado e foi informada por um funcionário sobre a briga.

Segundo a polícia, a briga aconteceu após ele ser agredido por se desentender com dois homens. O motivo da briga não foi informado pela Polícia Civil.

A briga

Câmeras de segurança registraram parte da briga: o policial tenta dar um soco em um dos suspeitos e é derrubado por ele. Em seguida, os dois suspeitos agridem o policial com socos, chutes e pontapés na cabeça.

As câmeras de segurança do estabelecimento registraram os suspeitos fugindo logo em seguida em dois carros.

Roberto foi encaminhado ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), e morreu durante a madrugada de segunda-feira (26).

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *