Com mais uma ótima atuação, O brasiliro Sérgio Sette Câmara fecha temporada da Fórmula 2 no pódio

Largando de oitavo pela regra do grid invertido, vencedor da corrida longa de sábado em Abu Dhabi faz cinco ultrapassagens e completa última prova do ano na terceira colocação

O brasileiro Sérgio Sette Câmara encerrou sua participação na temporada 2019 da Fórmula 2 com mais uma ótima atuação e um terceiro lugar na segunda prova da rodada dupla de Abu Dhabi, mesmo largando em oitavo. Apesar do oitavo pódio no ano, o piloto da Dams caiu de terceiro para quarto na classificação do campeonato graças à vitória do italiano Luca Ghiotto – a diferença entre os dois foi de apenas três pontos (207 a 204).

Após vencer a corrida de sábado (o que garantiu ao menos o quarto lugar na tabela e, consequentemente, os pontos para a obtenção da superlicença para a F1), Sette Câmara largou na quarta fila devido à regra do grid invertido entre os oito primeiros da prova longa. Mesmo assim, o mineiro partiu para o ataque desde as primeiras voltas e foi o destaque da corrida.

Brasileiro ultrapassa cinco

Primeiro, Sette Câmara ultrapassou Mick Schumacher. Na sequência, o brasileiro manteve um forte ritmo e superou Louis Deletraz, Nobuharu Matsushita e Giuliano Alesi. Houve em seguida uma intervenção do safety car virtual, quando o então terceiro colocado Callum Ilott estava cinco segundos à frente do brasileiro.

View image on Twitter

Tão logo a corrida voltou ao ritmo normal, Sette Câmara continuou atacando e conseguiu mais uma ultrapassagem, sobre Ilott, para mais uma vez subir ao pódio. Na ponta, Ghiotto sempre manteve uma distância segura para o canadense Nicholas Latifi, segundo colocado na prova e no campeonato – o campeão Nyck de Vries fechou a corrida em 13º.

Futuro a definir

Terminada mais uma temporada da Fórmula 2, Sette Câmara analisa as possibilidades para 2020. O mineiro segue como piloto de testes da McLaren na F1, mas, para se manter em atividade correndo, pode ficar mais um ano na F2 ou até mesmo ir para a Fórmula Indy. No momento, a maior chance é a de o mineiro ficar na categoria de acesso à F1.

View image on Twitter

– As coisas nem sempre vieram fáceis este ano, mas tive muito apoio da Dams. Obrigado a eles e a todos que me ajudaram este ano – disse Sette Câmara.

Outro que provavelmente entrará no grid da Fórmula 2 em 2020 é Pedro Piquet: o brasileiro, que foi o quinto colocado na F3 este ano pela equipe Trident, fará testes no fim do ano e já negocia com algumas equipes para subir de categoria no ano que vem.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *