Conta de luz voltará a ter cobrança de taxa extra em dezembro, decide Aneel

Aneel estabelece bandeira vermelha 2, nível mais alto de taxa para cobrança de energia em dezembroImagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu reativar as bandeiras tarifárias e estabelece patamar vermelho 2 para o mês de dezembro. Esse é o nível com condições ainda mais custosas para geração de energia. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,06243 para cada kWh (quilowatt-hora) consumido.

Em reunião extraordinária, a diretoria da reguladora optou, em unanimidade, por revogar despacho de maio que mantinha as contas em bandeira verde, sem custos adicionais para o consumidor, até o final de dezembro por causa dos efeitos da pandemia de Covid-19.

“Naquele momento a agência teve a sensibilidade de suspender o mecanismo de cobrança das bandeiras… mas neste momento, guardando a governança do setor elétrico brasileiro… se mostra necessário reativarmos a bandeira para conscientizarmos a população do uso racional e eficiente de energia elétrica”, disse o relator da proposta, Efrain Pereira da Cruz.

Ele foi acompanhado em seu voto pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone, e pelos diretores Elisa Bastos Silva e Hélvio Neves Guerra.

A agência havia decidido em maio deste ano manter as contas de luz na chamada bandeira verde, sem custos adicionais para o consumidor, até o final de dezembro, citando “o cenário de redução de carga e as perspectivas de geração de energia” em meio à pandemia da covid-19.

A inclusão da proposta na pauta ocorre em momento em que a carga de energia no Brasil retoma força, diante da flexibilização de medidas restritivas, e algumas regiões lidam com chuvas mais escassas.

Conforme projeção divulgada na sexta-feira pelo ONS (Operador Nacional do Sistema), em dezembro a carga de energia do Brasil deverá aumentar 4,4% em comparação anual, enquanto as chuvas em regiões de reservatórios de usinas hidrelétricas ficarão abaixo da média para o período em todas as regiões do país.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *