Corte de Contas realiza mais uma edição do TCEstudantil Virtual na terça-feira, 5

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), por meio da Secretaria de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania, promove mais uma edição do Programa TCEstudantil Virtual nesta terça-feira (5), data em que será realizada a segunda sessão plenária da Corte de Contas por videoconferência.

Em meio à pandemia do novo coronavírus (COVID-19), o programa, que existe há quase duas décadas, teve que se reinventar para continuar cumprindo seus objetivos, dentre eles, o de despertar a consciência cidadã entre estudantes, estimular o exercício da cidadania e do controle social utilizando as decisões e informações do TCE-MT.

Sendo assim, após estudo, definição de estratégias e intensa articulação, foi realizado o primeiro TCEstudantil Virtual, que veio para ficar e irá permitir sua ampliação em 2020. Nesse formato, além dos estudantes, estão sendo mobilizados os conselhos de políticas públicas, entidades e instituições que administram recursos públicos e outros segmentos da sociedade civil organizada que participam de diálogos e palestras promovidas pelo tribunal.

“A democratização da informação, a ampliação do acesso para participação, fortalecem a transparência ao tempo que aproximam as decisões do Tribunal de Contas de seus destinatários: os cidadãos mato-grossenses”, ressaltou a secretária de Articulação Institucional e Desenvolvimento da Cidadania, Cassyra Vuolo.

Além do novo formato do programa, nesse ano, também foi adotada a certificação dos estudantes que acessam e participam do chat durante a sessão plenária do TCE-MT.

O Coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas da Unic – Campus Pantanal, Raphael Fabrini, destacou a importância do TCEstudantil para o futuro dos alunos e a sensibilidade do órgão de controle externo em realizá-lo virtualmente nesse momento de isolamento social.

“O TCE Estudantil, além de aproximar o estudante e, consequentemente, a sociedade como um todo de temas como a fiscalização do emprego diligente dos recursos financeiros, cria uma consciência de responsabilidade em cada um de nós quanto ao acompanhamento dos gastos públicos realizados pelos gestores. Se não bastasse, nesse momento de isolamento, disponibiliza a nossos alunos o contato com as discussões de julgamentos realizadas em sessões transmitidas ao vivo, situação que atribui uma maior experiência ao discente, que será aplicada futuramente no mercado de trabalho”, declarou o professor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *