Cruzeiro sofre gol no último lance, é derrotado pelo Cuiabá e volta para o Z4 da Série B

Duelo pela 13ª rodada da Série B do Brasileiro foi realizada neste sábado

O Cruzeiro estava perto de conquistar um ponto na Arena Pantanal, na noite deste sábado, quando levou um gol do Cuiabá aos 49’ da etapa final, no último lance da partida. Durante o jogo, o time celeste encontrou muitas dificuldades para ser agressivo e levar perigo ao adversário. A derrota por 1 a 0 foi a sexta do clube na Série B do Campeonato Brasileiro.

O resultado faz a equipe celeste retornar ao Z4 da competição. Com 11 pontos em 13 jogos, o time de Ney Franco caiu para a 17ª colocação da Série B. Logo atrás da Raposa, o Sampaio Corrêa (18º com 11 pontos) tem três jogos a menos. 

Na próxima rodada, o Cruzeiro retorna a Belo Horizonte, onde recebe o Sampaio Corrêa, pela 14ª rodada da Série B. A partida está marcada para as 20h de quinta-feira, no Mineirão. Líder da competição, o Cuiabá entra em campo na terça-feira, às 19h15, para medir forças com o Juventude, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS. 

O jogo

Sem muita expiração, Cuiabá e Cruzeiro protagonizaram um primeiro tempo sonolento na Arena Pantanal. Com muita dificuldade na saída de bola e sem o volume apresentado no duelo contra a Ponte Preta, o time celeste passou os 45 minutos iniciais sem assustar o goleiro João Carlos. As únicas oportunidades foram com Sassá, aos 12’, Ramon, aos 45’, e Régis, aos 47’. Todas as finalizações, no entanto, saíram pela linha de fundo. 

O Cuiabá, por sua vez, fez um jogo de observação inicialmente. Mais conservador, o time comandado por Marcelo Chamusca entregou a bola ao Cruzeiro em muitos momentos da etapa inicial. Jogando no erro do adversário, conseguiu construir chances mais claras. Aos 43’, após cobrança de escanteio, o atacante Jenilson acertou o travessão de Fábio. Na sequência da jogada, Matheus Pereira evitou o gol. 

Nos primeiros minutos da etapa final, Ney Franco buscou povoar o ataque do Cruzeiro. O treinador trocou Maurício e Régis por Rafael Luiz e Marcelo Moreno. Sem os dois meio-campistas, porém, o clube celeste encontrou certa dificuldade para construir as jogadas. Aos 24’, Roberson e Caio Rosa entraram nas vagas de Sassá e Caio Rosa. Desta forma, o time ficou com quatro atacantes.

O grande número de atacantes não deu o volume que o Cruzeiro precisava para chegar ao gol do Cuiabá. E isso foi castigado no último lance da partida. Aos 49′, o Cuiabá aproveitou contra-ataque e saiu em velocidade após falta cobrada pelo Cruzeiro na fase ofensiva. Yago recebeu pela direita e cruzou para Felipe Marques, que não desperdiçou. 1 a 0.

CUIABÁ 1 X 0 CRUZEIRO

Cuiabá: João Carlos, Lucas Ramon, Luiz Gustavo, Anderson Conceição e Romário; Matheus Barbosa, Rafael Gava (Jean Patrick) (Ferrugem) e Elvis; Felipe Ferreira (Yago), Maxwell (Felipe Marques) e Jenison (Elton). Técnico: Marcelo Chamusca

Cruzeiro: Fábio; Daniel Guedes (Caio Rosa), Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Henrique (Ariel Cabral) e Filipe Machado; Maurício (Rafael Luiz), Régis (Marcelo Moreno) e Arthur Caíke; Sassá (Roberson). Técnico: Ney Franco 

Gol: Felipe Marques(aos 49’2ºT)

Cartão amarelo: Roberson (Cruzeiro)

Motivo: 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)

Data e horário: 2 de outubro de 2020 (sábado), às 22h

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Assistentes: Leone Carvalho Rocha (GO) e Márcio Soares Maciel (GO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *