Cuiabá amplia capacidade de abrigamento dos moradores em situação de rua

Com isso, o número irá aumentar de 150 já existentes para 270 vagas

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência em Cuiabá, com apoio  da primeira-dama Márcia Pinheiro, firma mais uma importante parceria para ampliar a capacidade de abrigamento aos moradores em situação de rua. Na última sexta-feira (17) foi assinado um novo contrato de prestação de serviços com a Rede de Hotéis Mato Grosso, aumentando em mais 120 novas vagas para esse tipo de acolhimento nesse momento de enfrentamento ao novo Coronavírus aqui na Capital. Com isso, o número irá aumentar de 150 já existentes para 270 vagas. Atualmente, existem nas três unidades dos Albergues Municipais, Manoel Miráglia, Porto e da Guia, sendo 50 em cada local. Hoje, a rede abriga 110 pessoas, tendo 40 vagas em aberto.

Na oportunidade, o secretário municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Wilton Coelho disse que, na quinta-feira (23), a equipe de abordagem irá percorrer os principais pontos com maior concentração dessas pessoas para fazer o trabalho de sensibilização e orientação sobre a importância do isolamento social nesse momento de enfrentamento ao coronavírus. Os interessados serão encaminhados para o Ginásio Dom Aquino onde serão feitos os cadastros.

Segundo Coelho, o trabalho de abordagem terá início a partir das oito horas. Nesse local, eles irão receber todas as informações sobre acolhimento, entregues kits de higiene pessoal, toalhas, cabide solidário, corte de cabelo e poderão tomar banho e em seguida, os que aceitarem, serão levados para o hotel. “Essa ação está prevista para ocorrer durante dois dias, 23 e 24 de abril. Vai depender do andamento dos trabalhos que serão encerrados quando forem preenchidas todas as vagas disponíveis”, pontuou o secretário. O sistema de funcionamento nesse novo espaço será o mesmo executado pelos albergues, onde serão ofertadas quatro refeições diárias, além de normas e regras que devem ser respeitadas pelos albergados.

Todas as iniciativas contam com a parceria da madrinha da Pasta Social de Cuiabá. “Estamos trabalhando para traçar novos Planos de Ações para continuar oferecendo atenção especial para esse público, principalmente nesse momento de união de esforços para evitar à disseminação do novo Coronavírus”, declarou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

A primeira-dama relembrou ainda dos trabalhos que já são realizados pela Prefeitura de Cuiabá, como as campanhas ‘Aquece Cuiabá ‘e ‘Natal Sem Fome’, sempre com a atenção voltada especialmente à população em situação de rua. “Não podemos fechar os olhos nesse momento difícil e contribuir para esse grupo que é tão vulnerável. É a chamada humanização que defendemos e é a marca de nossa gestão”, reforçou Márcia Pinheiro.

Outra frente de trabalho que vem sendo desenvolvida garante a distribuição de alimentos para pessoas carentes. Na ação, realizada em parceria com o Restaurante Popular – desde o dia 23 de março – são distribuídas 450 refeições todos os dias. Mais de 7 mil marmitas já foram entregues na região Central, Rodoviária, Aterro Sanitário e Porto. Além da alimentação, estão sendo entregues kits de higienização pessoal e cobertores. A população recebe também orientações sobre as formas de prevenção ao novo Covid-19. Vendedores ambulantes e até taxistas estão sendo beneficiados com essa iniciativa.

Outra iniciativa, merece destaque trata-se da confecção de máscaras pelo ateliê do Programa Siminina. Atualmente, explica a primeira-dama mais de 3,3 mil máscaras já foram confeccionadas e distribuídas à população. A produção do item de proteção faz parte de uma ação voluntária liderada pela primeira-dama Márcia Pinheiro e tem por objetivo levar aos grupos como profissionais de saúde, pessoas em vulnerabilidade social, moradores em situação de rua e idosos que integram o grupo de risco de contágio. “Nós reunimos as costureiras do programa e, também, contamos com ajuda de várias pessoas que estão sendo solidárias para esta causa. Em razão da grande demanda, as máscaras têm ficado em falta no mercado. Engajados no enfrentamento a pandemia, buscamos uma alternativa para suprir essa necessidade. O trabalho em conjunto fortalece a nossa rede de proteção. Trabalhamos pautados na para garantia do melhor atendimento, garantindo a preservação da vida”, declarou Márcia Pinheiro.

A Prefeitura não está elaborando essas ações para esse tipo de população nesse momento de crise. A atual administração mantém como foco oferecer dignidade a essas pessoas que tanto carecem dos serviços públicos. “A gestão Emanuel Pinheiro mantém o foco da humanização dos serviços, mas vale ressaltar que os trabalhos sejam executados de maneira satisfatória, se faz necessário o aceite dessa população para que a assistência seja praticada de fato com essas pessoas que tanto carecem dos serviços públicos ofertados”, ponderou.

Outro fato que merece ser informado é com relação a contratação dos profissionais que irão atuar nesse trabalho de acolhimento desses moradores de rua. Serão contratadas 20 pessoas, que irão trabalhar por escala, com plantões diurnos e noturnos. Esse processo de contratação será executado pela Secretaria Municipal de Saúde.

“Estamos trabalhando diuturnamente, traçando estratégias efetivas no atendimento à população em situação de rua que tanto precisam dos serviços públicos, principalmente da área social. Parcerias estão sendo firmadas para que ações sejam colocadas em prática de forma efetiva, a fim de conter o avanço do Covid-19 em Cuiabá. Estamos enfrentando um momento difícil, mas temos a certeza que com a colaboração de todos vamos superar”, concluiu Wilton Coelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *