DENÚCIA: Willy Taborelli diz que tijolos que devem ser utilizados para construir conjunto habitacional em Várzea Grande estão supostamente sendo usados para fins particulares

O vereador por Várzea Grande, Willy Taborelli (PSC) denunciou durante a sessão ordinária realizada nesta terça-feira (03.03), que flagrou um funcionário da obra do conjunto habitacional Altos do Mirante levando tijolos para uso particular, sendo que deviam ser usados no local.

Willy conta que estava no local para saber da situação da obra, pois a moradia é um direito do cidadão garantido na Constituição Federal. “No local me deparei com uma situação inusitada e que me deixou curioso, tinha um caminhão carregando tijolos da obra, ao ver situação fiquei assim talvez a obra retoma, mas quando fui constatar o funcionário nos disse que tinha autorização para levar para benefício próprio”, declara.

O parlamentar então chamou a Polícia Militar, porém, foi constatado que tal funcionário não tinha documento que comprovasse a sua alegação, por isto, o vereador registrou um boletim de ocorrência. “Eu quero solicitar que esta Casa de Leis possa requisitar informações da Caixa Econômica e da Prefeitura sobre a continuidade desta obra e sobre quem está responsável. O Altos do Imigrantes e Padre Aldacir são cerca de 1200 casas, não podemos deixar que levem materiais destas obras para fins particulares”, declara Willy.

O presidente da Comissão de Habitação, vereador Ivan dos Santos Oliveira (PRB), lembra da audiência pública sobre os conjuntos habitacionais e que entregará um dossiê ao Ministério Público Federal (MPF) para descobrir os motivos da paralisação das obras paradas do programa Minha Casa, Minha Vida.

“Foi muito discutido o assunto nesta audiência pública, mas temos três residenciais de fato que a retomada de obra nunca aconteceu é um a Caixa Econômica e empreiteiras fica colocando culpa uma na outra, temos muitos culpados. Vamos nesta semana entregar o dossiê ao MPF, aí saberemos   de quem é realmente a culpa”, disse Ivan. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *