DESENVOLVIMENTO: Max Russi acredita que Turismo pode alavancar geração de empregos no Norte Araguaia

Parlamentar acompanhou comitiva do governador Mauro Mendes e participou de visita a municípios de região. Trajeto entre Luciara e São Félix do Araguaia foi feito de barco.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), acredita que mais investimentos em infraestrutura poderão impulsionar o desenvolvimento dos municípios do Norte Araguaia. O líder do Parlamento citou o turismo como principal alavanca de geração de emprego e renda para a região. “Turismo gera emprego, gera renda, gera desenvolvimento para a região. E a Assembleia está aqui para ser parceria em todo e qualquer projeto, que garanta esse desenvolvimento”, assegurou.

Russi está otimista, após ter participado de uma visita a 13 municípios do Araguaia, junto ao governador Mauro Mendes e um grupo de deputados estaduais, federais e senadores.

As atividades tiveram início na última quinta-feira (22), em Alto Araguaia. Após concluir o trajeto de boa parte da MT -100, rodovia que passa por uma restruturação, e ter cruzado o Rio das Mortes, entre Cocalinho e Nova Nazaré, a comitiva finalizou as vistorias em Luciara e São Félix do Araguaia neste sábado (24), onde também visitou as orlas de ambos os municípios e se reuniu com os prefeitos para discutir diversas pautas, que envolvem todos os seguimentos, com representantes das comunidades.

Max Russi avalia que Governo do Estado tem feito importantes investimentos naquela região e esse trabalho tem sido fundamental. Um deles é a pavimentação de rodovias estaduais que, conforme o próprio Max, 30% dos serviços de asfaltamento em Mato Grosso tem
sido aplicados em estradas do Araguaia. “Esses, como os investimentos na saúde, tem ajudado muito a toda nossa região. Precisamos avançar mais. Essa visita nos dá a certeza de que essa gestão está olhando por essa população e nós, Assembleia Legislativa, como todos os deputados, estamos juntos, para atuar, fiscalizar e cobrar, para que a as coisas possam acontecer e assim os avanços aconteçam”, complementou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *