EM MENOS DE 30 DIAS: Operação Centurião abordou 5 mil pessoas, apreendeu 40 kg de drogas e 10 armas de fogo

Em todas as regiões de Mato Grosso, a operação conta com um efetivo de mais de 1.360 policiais das unidades especializadas da PM (Batalhão Rotam, Bope, Cavalaria, Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário, Ambiental)

Nas ruas há mais de 26 dias, a Operação Centurião, deflagrada pelo Comando Especializado da Polícia Militar, reforça o policiamento em todas as regiões de Mato Grosso. Até o momento, a ação da PM prendeu 129 pessoas e retirou de circulação dez armas de fogo, além de 40 quilos de drogas.  

A operação conta com um efetivo de mais de 1.360 policiais das unidades especializadas da PM (Batalhão Rotam, Bope, Cavalaria, Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário, Ambiental)  e segue presente em locais ermos e  apontados nas estatísticas criminais como vulneráveis a prática delituosa. 

Os policiais já abordaram mais de 5.900 pessoas, 3.400 veículos passaram pela checagem veicular da PM. Durante as abordagens, a operação recapturou dez foragidos da justiça. Localidades apontadas por comercialização de entorpecentes estão sendo desarticuladas nas ações de patrulhamento tático.

Durante a operação, a PM realizou 76 barreiras de patrulhamento e já resgatou, com policiais ambientais e de outras equipes das unidades especializadas, 147 animais, deste total, 27 foram soltos em seu habitat natural. Mais de 2 quilos de pescado irregular foram apreendidos nos rios de Mato Grosso. 

A Centurião realizou 425 bloqueios policiais. No trânsito urbano e rodoviário, a operação apreendeu 107 carteiras de habilitação por irregularidades. Nas principais vias e rodovias, a PM realizou 723 testes de alcoolemia; 26 motoristas foram autuados e até detidos por embriaguez ao volante. 

Os policiais estão fiscalizando estabelecimentos comerciais com aglomeração, realizam rondas bancárias e comerciais em repressão crimes de roubo, furto. A Operação Centurião seguirá até o dia 31 de dezembro em todo o Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *