EM TROCA DA LIBERDADE: Mulher oferece sexo para não ser presa com carro roubado

Rosângela Barros da Silva, 29 anos, foi presa no inicio da noite da última segunda-feira (28) acusada de receptação veículo roubado, mandado de prisão em aberto, adulteração de sinal identificador de veículo, falsa identidade e prometer vantagem sexual (corrupção ativa).

A “tentativa de suborno” ocorreu no deslocamento até a delegacia, na tentativa da suspeita ser liberada pelo policial militar.

Segundo boletim de ocorrência, a equipe do 10º Batalhão da Polícia Militar recebeu denúncia de que uma pessoa estaria trocando a placa de um GM Cobalt, na região central da capital. Ao se deslocarem ao endereço indicado, os policiais visualizaram o carro trafegando pela contramão. A condutora não obedeceu às ordens de parada e acelerou o veículo.

A mulher foi abordada e quando desceu do veículo atirou o aparelho de celular contra parede com o propósito de destruí-lo.

Indagada, ela relatou um endereço onde estaria seu namorado que lhe entregou o carro, no entanto os militares não tiveram êxito na localização. Detida, a mulher tentou passar nome falso, mas foi identificada pela tornozeleira eletrônica.

No deslocamento para a Central de Flagrantes a suspeita teria oferecido serviços sexuais ao policial para ser liberada.

Diante do fato a suspeita foi entregue ao delegado de plantão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *