Em um dia, PM retira mais de 50 kg de droga e R$ 27 mil do tráfico de entorpecentes

De janeiro a junho deste ano, a Polícia Militar apreendeu três toneladas de drogas em MT.

É com patrulhamento e rondas que os policiais militares nas ruas de Mato Grosso combatem o tráfico de entorpecentes. De forma quase que simultânea, as equipes da Polícia Militar apreenderam mais de 50 kg de droga nas cidades de Tangará da Serra, Rondonópolis e Sinop. As ocorrências registradas na última segunda-feira (10.08), integram uma série de atuações enérgicas da PM para descapitalizar e deter o tráfico. De janeiro a junho deste ano, a corporação já apreendeu 3 toneladas de drogas no Estado.

Com o apoio do serviço de inteligência da PM, denúncias da população, abordagens e operações planejadas, a tropa vem desarticulando organizações criminosas, realizando diariamente grandes apreensões de entorpecentes e prendendo indivíduos que lucram a prática delituosa. Foram retiradas de forma quase simultânea das mãos dos traficantes, 60 tabletes de entorpecentes entre maconha e pasta base de cocaína, além de R$ 27 mil em espécie.

Em Tangará da Serra, a Força Tática, com as informações colhidas pelo serviço de inteligência do 7º Comando Regional da PM, prendeu um suspeito, apontado como um dos líderes de organização criminosa na região.  

O homem de 27 anos era responsável pela distribuição da droga nas “bocas de fumo” e pelo recolhimento do dinheiro arrecadado da venda de entorpecentes. Os policiais descobriram que ele morava em uma quitinete no bairro Vila Alta. Foram apreendidos 32 tabletes de droga; 24 de maconha e 7 de pasta base de cocaína, totalizando aproximadamente 30 kg de entorpecentes. Cerca de R$ 13 mil reais oriundos do tráfico e uma arma de fogo estavam em posse do suspeito.

O comandante do 7º Comando Regional, Wesney de Castro Sodré conta que o profissionalismo e resiliência da tropa no enfrentamento a criminalidade ajuda na efetividade das ações nas ruas. “É evidente que ficamos contentes em retirar números expressivos de drogas e armas de fogo. Com o apoio do Comando Geral conseguimos obter condições de reprimir a ação desses indivíduos e promover segurança pública para a nossa sociedade. Não vamos parar, seguimos firmes e atentos para identificar atos ilegais”, disse o tenente – coronel.

Na cidade de Rondonópolis, a criminalidade também teve prejuízo, os policiais da Força Tática vêm atuando fortemente no combate ao tráfico de drogas. E com ajuda de denúncias, os militares descobriram uma quitinete no bairro Parque Universitário que era utilizada como ponto de venda de drogas. Na casa, a PM apreendeu 22 kg de maconha divididas em 24 grandes tabletes. O morador ainda não foi localizado. Ainda no imóvel, a polícia apreendeu mais de R$ 14 mil reais e uma saco contendo 34 porções de pasta base de cocaína.

Nos primeiros meses de 2020, os policiais do 4º Comando Regional apreenderam 700 kg de entorpecentes na região Sul. Os policiais de uma só vez, apreenderam 400 kg de maconha no mês de junho, no distrito Ouro Branco do Sul, em Itiquira.

O tenente-coronel Gleber Candido, comandante da Força Tática e do 5º Batalhão explica que devido a divisa com os estados de Goiás e Mato Grosso do Sul o policiamento foi reforçado o que auxilia a desarticular ainda mais essas quadrilhas de traficantes.

“Além do reforço na fronteira, o policiamento urbano vem se destacando em apreensões de quilogramas de entorpecentes. São operações assertivas com o apoio do Serviço de Inteligência. O tráfico conhecido por “formiguinha” exige muito dos policiais, pois como são drogas que são bem escondidas para o consumo doméstico, o militar abordar, verificar, monitora se for necessário até pegar o suspeito em flagrante e retirar aquela droga de circulação”, conta Candido.

Já em Sinop, a Polícia Militar desarticulou dois pontos de venda de drogas, com as apreensões de entorpecentes nas duas ocorrências, a polícia contabilizou um prejuízo de R$ 10 mil aos criminosos. Uma das ocorrências contou com o trabalho do setor de inteligência da PM que monitorou um homem de 20 anos identificado como distribuidor da droga de uma organização criminosa no bairro Vila Mariana.

O homem foi localizado e com ele os policiais apreenderam R$ 450, três tabletes inteiros de maconha, dois pedaços médios e porções menores da mesma substância ilícita.  Além de se apresentar como integrante do grupo criminoso, o suspeito disse que tinha 10 tabletes da droga, mas que já que havia distribuído para as “bocas de fumo”. Durante a diligência, os policiais apreenderam uma arma de fogo, munições e porções de maconha prontas para serem comercializadas.  

No bairro Boa Esperança, outro homem foi preso com três tabletes de cocaína (cerca de 200 gramas). Na casa do suspeito, a PM encontrou o entorpecente. Os policiais conseguiram realizar a prisão depois que receberam denúncia de moradores de que havia um individuo vendendo drogas no local.  De janeiro a julho, o 3º Comando Regional já apreendeu 273 kg de drogas.  Operações de saturação e as rondas foram intensificadas em locais apontados nas estatísticas como vulneráveis à criminalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *