Escola de Várzea Grande reforma biblioteca com ajuda do setor empresarial

Ambiente ganhou pintura nova nas paredes e no balcão, além de instalação de novos móveis, servindo de motivação extra para o aprendizado.

A Escola Estadual Manoel Correa de Almeida, de Várzea Grande, está de biblioteca nova. Agora, a unidade escolar possui um espaço renovado para desenvolvimento intelectual dos alunos e da comunidade. Graças à colaboração do empresariado de Várzea Grande e de Cuiabá, a biblioteca, ganhou pinturas na parede e no balcão, além de instalação de novos móveis.

O autor e executor do projeto, Matheus Santiago Silva, destaca que a reforma da sala e revitalização dos móveis foram feitas de forma a ficar atrativa e organizada aos alunos. “Agradecemos a todo o empresariado que acreditou em nosso projeto e, com isso, ganhamos um grande impulso ao ensino e à credibilidade para escola”, comemora.

Mateus acrescenta que, como resultado inicial, logo na primeira semana, o projeto Ciranda e Letramento da professora Greice Meyre aumentou a frequência a visitação à biblioteca de 11 para 75%”.

Os alunos já notaram nitidamente a mudança. É o caso de Melissa Lima do 4º ano. “Ficou linda e agradável”. Letícia Rosa, também do 4º ano, ficou com a mesma impressão. “É um incentivo importante para nós”, frisa.

A diretora Josibel Gonçalves aprovou o projeto sem custos, que apoiou as benfeitorias para escola por acreditar no potencial de colaboração da comunidade. “Hoje temos uma biblioteca de excelente qualidade”.

O coordenador pedagógico Douglas Larreia Kozan, explica que a biblioteca tem no processo de aprendizagem, servindo de apoio, incentivo e auxílio pedagógico para os estudantes e toda a comunidade. “Essas parcerias com a comunidade são fundamentais para auxiliar no desenvolvimento intelectual dos nossos alunos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *