ESTUPRO DE VULNERÁVEL: Polícia Civil prende avô por abuso de neta de quatro anos em Jaciara

Imagem divulgação

Um avô acusado de estupro de vulnerável foi preso pela Polícia Civil do município de Jaciara (144 km ao sul de Cuiabá), na manhã desta quarta-feira (19.08), em ação para cumprimento de mandado judicial. O suspeito, de 67 anos, teve a ordem de prisão preventiva decretada pela 3ª Vara da Comarca de Jaciara, decorrente de investigação da Delegacia de Polícia de Jaciara.

As diligências iniciaram logo após a Polícia Civil ser comunicada sobre o fato ocorrido no dia 30 julho, quando o idoso foi flagrado pela mãe criança, cometendo abuso sexual contra a neta de apenas quatro anos.

O caso aconteceu na residência da família no bairro Residencial Flamboyant. A mãe da vítima estava dando banho em um de seus filhos e deixou a menina sob os cuidados do avô. Após os cuidados com o outro filho, a mãe foi procurar pela filha pela casa, encontrando-a no quarto do suspeito.

Ao tentar entrar no quarto, o idoso tentou impedi-la segurando a porta com os pés. No cômodo, a mãe encontrou a menina deitada na cama, sem roupas e com um lençol no rosto. O suspeito estava com as calças abertas e com as mãos nas partes intimas.

Questionado pelo filho (pai da vítima), o idoso confessou o abuso e disse que só não consumou o ato sexual contra a neta porque a nora entrou no quarto. Ele disse ainda que acreditava que ficaria impune uma vez que já tinha feito isso outras vezes e ninguém conseguiu provar.

Diante da gravidade dos fatos a Polícia Civil de Jaciara representou pelo mandado de prisão do idoso expedido pela Justiça. Na manhã desta quarta-feira (19), o investigado compareceu na delegacia para prestar esclarecimentos, e depois de ser ouvido teve o mandado de prisão cumprido.

Em seguida, o suspeito foi encaminhado para uma unidade prisional onde ficará a disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *