‘Eu abracei meio Congresso’, diz senador que testou positivo para coronavírus

Nelsinho Trad participou de audiências e reuniões com outros 498 parlamentares

Primeiro parlamentar diagnosticado com o   Covid-19, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) teve uma rotina intensa no Congresso antes de saber que estava infectado com o coronavírus. Participou de audiências com senadores, de reuniões com ministros e da sessão que derrubou o limite da renda familiar per capita para acesso ao benefício de Prestação Continuada (BPC), com outros 498 parlamentares — 439 deputados e 59 senadores — que participaram da votação.

— Eu abracei meio Congresso. Você entra lá dentro, vindo de uma viagem internacional, e acaba abraçando os caras. A gente gosta deles. Eles gostam da gente. A gente abraça, pergunta como foi (a viagem). Estive com Rodrigo Maia, com Davi Alcolumbre, com Paulo Guedes, com Mandetta, com Ramos, numa reunião em que falei que deveríamos tomar providência e ter disciplina. Não precisamos esperar morrer um para depois fazer o que tem de fazer — afirmou Trad, referindo-se aos ministros da Economia, Saúde e Secretaria de Governo.

Presidente da Comissão de Relações Exteriores, Trad presidiu a reunião da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul (CPCMS) no Senado. Ele também esteve como embaixador da Síria, Mohamad Khafif.

O senador afirmou “ter certeza” que foi infectado dentro da aeronave presidencial. Ele integrou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos e diz ter vindo sentado na poltrona à frente do secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, que foi diagnosticado com Covid-19.

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *