Falsos funcionários da Caixa são presos pela PM por tentar aplicar golpe em idosa de 81 anos

Essa ação ocorreu no bairro Morada do Ouro, em Cuiabá, e com eles os policiais apreenderam crachá falso, diversos cartões e máquinas de operadores de cartões

Policiais da 7ª Companhia da Polícia Militar do bairro CPA, em Cuiabá, prenderam três suspeitos (de 21, 22 e 30 anos) – um deles com crachá falso de funcionário da Caixa Econômica Federal – por tentativa de golpe em uma idosa de 81 anos, no bairro Morada do Ouro.

As prisões ocorreram no final da tarde desta sexta-feira (03), por volta das 17h30, depois que um dos suspeitos esteve na casa da idosa se identificando como funcionário da Caixa. O homem pedindo o cartão e informações pessoais para a senhora. Os policiais chegaram rápido, a tempo de ver o suspeito ainda na rua onde mora a vítima.

De acordo com a narrativa da equipe da PM, ao ser questionado sobre o que fazia no local, esse suspeito disse que esperava um Uber, mas ao perceber que seria abordado e revistado, saiu correndo a pé. Alguns metros depois, o homem entrou em um veículo modelo HB20, de cor prata, no qual havia mais dois homens.

O carro não só saiu em alta velocidade como seu condutor acelerou na direção de um dos policiais, que só não acabou sendo atropelado porque se jogou na calçada. Somente uns 3km depois os policiais fizeram com que se rendessem.

Com eles os policiais encontraram 10 máquinas de passar cartão, 11 cartões de diversos bancos, alguns quebrados supostamente antes da prisão, além de celulares e outros objetos.

Aos policiais, conforme descrito na narrativa da equipe da 7ª Cia CPA, os suspeitos revelaram como aplicavam o golpe: ligavam para as vítimas se identificando como funcionário do banco e diziam que o cartão delas foi clonado e que teriam de busca-lo na residência e que para resolver o problema precisavam da senha e dados pessoais.

Dois dos apresentaram como endereço de moradia o bairro Jardim Guançã e o outro a Vila Sabrina, ambos na Zona Norte de São Paulo, Capital. Os três e todo material apreendido foram entregues na Central de Flagrantes do Cisc Verdão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *