GAP prende suspeito que usava a identidade de um policial rodoviário federal para aplicar golpes na internet

Policiais do GAP (Grupo de Apoio) do 4º Batalhão prenderam um homem de 25 anos por tráfico de entorpecentes e estelionato, na noite de sexta- feira(30), em Várzea Grande. O suspeito usava o nome de um policial rodoviário federal do Estado do Piauí para aplicar golpes em um conhecido aplicativo de um site de compra de venda.

Por volta 21 horas, os policiais do GAP receberam informações de que havia um homem usando o nome de um policial rodoviário federal (PRF) para aplicar golpes no aplicativo de um site de compra e venda. A informação repassava que o suspeito estaria em um veículo Gol no bairro São Benedito.

De imediato, os policiais fizeram diligências na região e identificaram o suspeito no veículo na Avenida Júlio Campos. O homem foi abordado e a polícia apreendeu 25 porções de maconha no automóvel.

O GAP constatou que o homem utilizava  o nome de um policial rodoviário federal para aplicar golpes, ele confessou aos militares a prática do crime e disse que aplicou o golpe duas vezes. Os policiais conseguiram ligar para a policial(PRF), vítima do suspeito, que  relatou que desde o ano de 2018 o nome dele vem sendo utilizado em golpes na internet, causando transtornos em sua vida e diversos prejuízos financeiros.  

O suspeito que já tem várias passagens criminais foi preso e conduzido à delegacia. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *