Gefron apreende 150 kg de cocaína e prende dois suspeitos

A droga estava escondida em pacotes de farinha de trigo, dentro de um veículo

Dois suspeitos de tráfico de drogas foram presos pelo Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), na noite de quarta-feira (26.05), em Porto Esperidião (325 km ao Oeste de Cuiabá), região de fronteira do Brasil com a Bolívia. Com eles, foram encontrados aproximadamente 159 kg de entorpecentes.

Em patrulhamento pela Rodovia MT-265, foi abordado um veículo VW/ Gol de cor prata com um ocupante em atitude suspeita. Após busca veicular, foram encontrados 150 embalagens de farinha de trigo, e no interior delas sacos transparentes com substância análoga a cloridrato de cocaína. Os policiais também acharam outras nove embalagens contendo substância aparentando ser pasta base, totalizando aproximadamente 159 kg.

Posteriormente, durante o deslocamento, foi abordado um Fiat Palio de cor azul, cujo condutor relatou que era o dono dos invólucros. Diante dos fatos, os suspeitos e os entorpecentes foram encaminhados para a Delegacia Especial de Fronteira (Defron), na cidade de Cáceres (214 km ao Oeste da capital), para as providências que o caso requer.

O valor total de prejuízo ao crime, incluindo o entorpecente e os veículos apreendidos, foi estimado em R$ 3.943.000,00.

Já nesta quinta-feira (27.05), por volta de 12h, policiais do Gefron recuperaram um veículo, que possuía registro de apropriação indébita. Durante patrulhamento pela estrada vicinal do Laranjal, município de Porto Esperidião, a equipe policial visualizou um veículo Jeep Renegade de cor cinza, parado às margens da estrada.

De imediato, os policiais iniciaram a busca pelo condutor no local, porém não tiveram êxito. Na checagem via base Gefron, constou um Boletim de Ocorrência de apropriação indébita, registrado na cidade de São Bernardo do Campo (SP). O veículo foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, em Porto Esperidião, para as providências cabíveis. O valor estimado de prejuízo ao crime é de R$ 139.690,00.

Crime ambiental

No mesmo dia, o Gefron, em patrulhamento pela MT-199, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade (540 km ao Oeste de Cuiabá), avistou um caminhão Ford F14.000, parado às margens da estrada com as portas abertas, com o motor ligado e sem ninguém por perto. Após vistoria, foram localizados 60 palanques de madeira aroeira (aproximadamente três metros). A extração desse tipo de madeira é proibida, conforme a lei de crimes ambientais n° 9.605/98.

Diante dos fatos, o caminhão e a madeira foram encaminhados para a Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade. O prejuízo ao crime foi estimado em R$ 70 mil, sendo R$ 50 mil correspondente à aroeira.

Todas essas ocorrências foram registradas durante a Operação Hórus/VIGIA, em continuidade a força-tarefa do Gefron no combate aos crimes transfronteiriços, tráfico de drogas, e roubo e furto de veículos, na fronteira entre Brasil-Bolívia, no estado de Mato Grosso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *