Homem é detido após deixar carro em boca de fumo, acionar a PM e falar que havia sido roubado em Cuiabá

Ele relatou à polícia que foi abordado por dois homens, amarrado e colocado no porta mala do carro. Somente às 19h ele ligou para a polícia para relatar o suposto crime.

Um homem foi detido na noite desse sábado (21) em Cuiabá após uma denúncia falsa de roubo.

Conforme boletim de ocorrência, Thiago Cândido Martins Oliveira, de 27 anos, acionou a Polícia Militar dizendo que havia sido vítima de uma roubo nas proximidades do Parque de Exposições, por volta das 15h.

Ele relatou à polícia que foi abordado por dois homens, amarrado e colocado no porta mala do carro.

Somente às 19h ele ligou para a polícia para relatar o suposto crime.

Uma viatura se deslocou até a casa de Thiago, mas ele não estava no local.

Os policiais ligaram para o celular dele, que afirmou que quando voltasse para casa entraria em contato com a PM.

Às 21h os policiais retornaram à casa da suposta vítima. Ao chegar no local, a guarnição fez contato com Thiago que se apresentou como vítima. Ao ser questionado sobre o roubo, ele passou a informar várias coisas divergentes, não sabendo precisar o local do roubo, horário, nem como aconteceu. Ele disse que seu celular havia sido levado junto com o carro, mas os policiais constataram que o aparelho estava com ele. Sobre o valor que havia sido levado, Thiago não soube precisar.

No momento em que Thiago entrou em casa para pegar um documento, um primo dele que estava no local informou que estava achando a história estranha, pois Thiago seria dependente químico e ficou o dia todo sumido. Por isso, a família achava que ele poderia ter deixado o carro em alguma boca de fumo e, por isso, estaria alegando ter sido vítima de roubo.

Na sala de confecção de boletim de ocorrência, Thiago desistiu de fazer o registro do roubo, alegando que podia ter deixado o carro em algum local e não estaria se lembrando. Com isso, foi confeccionado o boletim de ocorrência e ele foi levado à Central de Flagrantes.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *