Homem filmado dando socos no rosto de mulher já manteve a mãe em cárcere privado; veja o vídeo

Carlos Samuel, de 33 anos, já foi acusado por outros 10 ataques a mulheres, de ex-namoradas a familiares, segundo a polícia de Ilhéus

Antes de ser filmado espancando uma mulher com socos repetidos no rosto, Carlos Samuel Freitas Costa Filho, de 33 anos, havia sido denunciado pela própria mãe, em 2017, por tentar extorqui-la depois de mantê-la em cárcere privado e até de ameaçá-la de morte. Os dois episódios de violência ocorreram em Ilhéus (BA).

Fazem parte de uma lista que, até o ataque (ainda não se sabe quando a última agressão teria ocorrido) filmado, era de 10 acusações.

Uma pessoa que foi próxima a Carlos Samuel alegou, em conversa com o Metrópoles, que “a história dele é muito feia”. “O Carlos Samuel é muito ruim”, disse a conhecida.

Segundo essa pessoa, a mãe de Carlos Samuel, de 58 anos, é a mais atingida. Segundo relato da mãe do agressor na delegacia, feito em 2017, ele a teria obrigado a conseguir R$ 3,7 mil com um agiota, depois de ter sofrido ameaças de morte.

O episódio aconteceu depois que Carlos Samuel foi solto da prisão – ele havia sido condenado a um ano de cadeia após agredir a então companheira, mas a prisão foi convertida em prestação de serviços comunitários.

O homem acumula um histórico violento, com acusações que sinalizam um padrão de agressões a mulheres, incluindo ex-namoradas e familiares.

No total, o agressor já responde por 10 crimes de violência contra mulheres, segundo levantamento feito pela Polícia Civil da Bahia (PCBA). A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Ilhéus iniciou as buscas contra o acusado.

Vídeo que viralizou nessa quarta-feira (14/10) em redes sociais mostra Carlos Samuel, de camisa regata, desferindo vários socos contra a mulher. Antes de ser agredida, a vítima disse ao homem “que acabou” e pediu para ele ir embora. Após a espancar ao ponto de ela cair no chão, ele sai andando.

Veja o vídeo:

Fonte: Metrópole

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *