Imagens mostram queda do número de pessoas circulando nas ruas de Cuiabá

Cenário atípico é resultado dos decretos públicos com medidas restritivas para evitar aglomeração de pessoas e o avanço do coronavírus

A chegada do coronavírus no Brasil e o avanço da doença continuam mudando gradativamente o cotidiano social da população.  Nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (23.03), as principais avenidas e ruas de Cuiabá amanheceram vazias e outras com pouco movimento.

Um reflexo do resultado das recomendações contidas no decreto que foi assinado pelo governador Mauro Mendes, na tarde da última sexta-feira (20.03), após reunião com membros da equipe do Gabinete de Situação que trabalha para evitar aglomerações de pessoas e conter o avanço da Convid-19 em Mato Grosso.

“Peço a colaboração de todos e agradeço as empresas, cidadãos e aos nossos servidores que estão colaborando. Precisamos que todos sigam essas normativas para o sucesso no combate à disseminação desse vírus no nosso Estado”, disse o chefe do Poder Executivo, Mauro Mendes.

Medida eficiente

Diante do atual cenário de pandemia, o isolamento social é a ferramenta mais eficiente para evitar o avanço da doença. O pedido tem sido intensificado pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que reforça a todo momento a colaboração de todos neste momento, considerado um risco eminente para quem não seguir as recomendações.

“Fique em sua casa, cuide da sua família, ajude o idoso que não tenha a presença de uma família para dar uma assistência. A situação é séria, eu não desejo que ninguém seja um daqueles que precise de atendimento nas unidades de saúde ou esteja chorando pela perda de uma pessoa querida”, alertou o gestor estadual de saúde.

Outra importante informação explicada pelo secretário de saúde é rapidez na transmissão da doença, pois “uma pessoa, em cinco dias, pode transmitir esse vírus para três pessoas e, em 30 dias podemos ter mais de 400 infectados”.

Atualizações

No final da tarde desta segunda-feira (23.03), será divulgada mais uma Nota Informativa com os números atualizados do novo coronavírus em Mato Grosso. O documento estará disponível no site da SES, que pode ser acessado AQUI!

De acordo com números divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), neste domingo (22.03), as equipes de vigilância monitoraram um total de 183 suspeitas em Mato Grosso.  Até o momento, já foram monitoradas 259 ocorrências de coronavíus no Estado. Do total de casos, 23 foram descartados e 51 foram excluídos por não preencheram critérios de definição de para Covid-19.

Os dados da Patalforma Integrada de Vigilância do Ministério da Saúde, atualizados neste domingo  (22.03), às 16h00, horário de Brasília, foram confirmados 1.546 casos para coronavírus. Além disso, a doença já matou um total de 25 pessoas na cidade de São Paulo e no Rio de Janeiro.

Veja as principais medidas determinadas pelo Governo de Mato Grosso

– Fechamento dos parques públicos e privados;

– Proibição de qualquer forma de aglomeração de pessoas em eventos públicos e privados, inclusive em feiras, igrejas, reuniões em praças, ginásios, academias, festas. Fica autorizado o funcionamento das atividades privadas que possam ser exercidas com respeito ao distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas e seguirem as demais normas sanitárias de prevenção à disseminação ao coronavírus;

– Postos de combustível só poderão funcionar de segunda a sábado, das 7h às 20h;

– Bares, restaurantes e similares deverão ter lotação máxima de 50% de sua capacidade, atendendo ao distanciamento mínimo de 1,5m e as demais normas sanitárias;

– Transporte coletivo municipal e metropolitano somente poderá funcionar com os passageiros sentados;

– Fica proibido o transporte coletivo intermunicipal;

– Em transporte por táxi e motorista de aplicativo, fica proibida a utilização do banco dianteiro do passageiro. A parte interna do veículo deverá ser submetida a assepsia após a finalização de cada corrida;

– Polícia Civil, Militar, Bombeiros e Defesa Civil deverão apoiar os órgãos sanitários e Procon para a aplicação das medidas;

– O descumprimento destas normas ensejará aplicação de penalidades administrativas cabíveis, inclusive interdição compulsória dos estabelecimentos.

Recomendações e cuidados básicos

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

·     Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
·    Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com
pessoas doentes ou com o meio ambiente;
·    Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
·    Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
·    Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
·    Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
·    Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
·    Manter os ambientes bem ventilados;
·    Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *