João Emanuel lança o seu segundo livro em passeio poético

A exemplo do seu primeiro trabalho, a obra nasceu durante os anos em que o autor passou no cárcere, em Cuiabá

Você é o amor – Poemas e palavras para inspirar em tempos difíceis, que será lançado nesta quarta-feira (29), às 18h, no auditório da Livraria Janina do Pantanal Shopping, em Cuiabá, é o segundo livro que João Emanuel lança expressando um pouco do que ele é na intimidade. “A vida por si, já é um poema belíssimo”, define o autor, e completa: “Sou apaixonado pela vida e, por consequência, pela poesia e poemas”. O autor lembra que o livro segue a linha romântica de “Você só pode amar”, o seu primeiro livro.

A exemplo do trabalho que o lançou como escritor, a obra nasceu durante os anos em que João Emanuel passou no cárcere, entre 20 de setembro de 2016 e 20 de fevereiro de 2019, no Centro de Custódia de Cuiabá. Ele foi preso por corrupção e condenado em duas ações penais oriundas da “Operação Aprendiz”, tendo uma pena de 18 anos e outra de 13 anos e 04 meses. Passou para o regime semiaberto, com uso de tornozeleira eletrônica, após cumprir 1/6 total da pena – preenchido em 13 setembro de 2018.

No novo livro João Emanuel passeia por belos e profundos versos, frutos da sua reflexão diária. Segundo ele, foi tudo extraído da alma. “É possível mudar de vida e construir uma nova história”, diz, referindo-se a sua rotina na prisão, depois dela entre o trabalho, as limitações impostas pelo regime semiaberto e o terceiro livro que já está sendo escrito. O autor afirma que a rotina com a família e os filhos, principalmente, são inspirações que o alimentam. Além disso, as lembranças dos momentos na prisão também o ajudam a construir seus poemas, sempre baseados na família, no amor e na espiritualidade.

Todo escrito, ilustrado e editado na prisão, “Você é o amor” é lançado sem selo editorial e com a mesma simplicidade profunda de um poema. João Emanuel explica que o sentido da sua obra foi justamente o simples. “A coisa mais simples é o melhor amor que existe e o meu segundo livro é bem isso. “Esqueci a parte ruim da vida e foquei apenas no bom, que é a minha direção espiritual”. O escritor afirma que extrapolou o seu lado bom para preencher o vazio característico da prisão.

João Emanuel lembra que, apesar do vazio encontrado no cárcere, a vida foi cheia de bons ensinamentos e oportunidades. Uma delas refere-se ao estudo e formação educacional. Ele, que já tinha doutorado em Direito, além de escrever livros, ler e resenhar cerca de mil títulos em dois anos, aproveitou o tempo para se formar em Teologia, Administração de Empresas e Pedagogia. “A prisão foi uma lição. A principal delas foi apreender que poderia tomar um outro caminho”, comenta. “Continuo estudado, trabalhando e construindo uma nova história”. Parte dessa nova história está nas entrelinhas de “Você é o amor”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *