LUTO: Polícia Militar lamenta morte de sargento da reserva vítima da Covid-19

A Polícia Militar informa com pesar a morte do sargento da reforma remunerada Francisco Aparecido Lima, 64 anos, ocorrida às 23hs da noite desta quarta-feira (17.03), no Hospital Metropolitano.

Diagnosticado com a Covid-19, sargento Francisco Lima estava internado desde o dia 25 de fevereiro. De acordo com familiares, o sargento Lima gozava de boa saúde quando testou positivo para a Covid-19, entretanto, logo que foi internado, ao realizar outros exames, recebeu diagnóstico de diabetes.

A partir de então, seu quadro de saúde se complicou e precisou ser intubado, permanecendo assim até o falecimento na noite de ontem após uma sequência de quatro paradas cardíacas.

Em família, com os filhos Alexssandra e Admilson, e netos, era considera do esteio, o braço acolhedor e protetor de todos. A filha o descreve como o pai que fazia questão de manter todos à sua volta, acolhidos e seguros.

Há dois anos e meio o sargento Francisco Lima já havia sofrido um grande baque, a perda repentina da esposa, dona Vanda Eleuza, que morreu logo após uma parada cardiorrespiratória.  

No campo profissional o sargento Lima, que ingressou na Polícia Militar em 1977, por cerca de 30 anos serviu a sociedade mato-grossense atuando em diversas unidades. Uma delas foi a extinta Companhia de Policiamento do Trânsito (CPtran), vinculada operacional e administrativamente ao 1º Comando Regional de Cuiabá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *