Mais de 6 mil famílias de Rondonópolis recebem cartões de auxilio emergencial do Governo de MT

Os cartões do ser famílias também foram entregues para as famílias carentes de Alto Araguaia e de Alto Garças

O Governo do Estado entregou mais de 6,3 mil cartões do Ser Família Emergencial para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social, em Rondonópolis. A cerimonia de distribuição dos documentos foi realizada nesta terça-feira (04.05).

Os cartões do ser famílias também foram entregues para as famílias carentes de Alto Araguaia e de Alto Garças. Em todo o Estado, serão mais de 100 mil famílias atendidas com uma renda de R$ 150 por cinco meses. O auxílio financeiro foi implementado após pedido da primeira-dama Virginia Mendes, ao governador Mauro Mendes.

Famílias como a do senhor Vanderlei dos Santos, que depende de ajuda por conta da saúde precária. “Estou há quase 8 anos doente e dependendo de ajuda. Tendo que gastar muito com remédio. Esse dinheiro é muito importante para a minha família. Eu agradeço muito à Deus e esse governo. Que continue sempre com esse propósito porque tem muita gente precisando.”.

A secretária de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, destacou a importância do programa para as pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza. “Nós estamos atendendo as pessoas que mais precisam. São família que ganham até R$ 70 reais per capita, inclusas no Cadastro Único da Assistência Social. O governo do Estado tem feito a sua parte, não só na saúde, mas também na Assistência Social”. 

Ela ressalta os olhares de gratidão que tem recebido das pessoas contempladas com o auxílio. “Nós temos nos emocionado, porque muitas pessoas choram ao receber o cartão. Para quem não tem renda, o auxilio é extremamente importante. Porque vai garantir uma boa cesta básica”, disse.

O prefeito do município, José Carlos do Pátio, destacou a parceria com o Estado na entrega dos cartões. “O Estado e os prefeitos estão criando instrumentos para propiciar essa melhor qualidade de vida para a população. Esse é o nosso propósito e esse é mais um gesto propositivo. Por isso não resta dúvidas sobre a importância do programa. Nós temos em torno de 5% da população na extrema pobreza e está vindo a imigração do Nordeste para cá. São famílias que precisam de ajuda”.

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado Sebastião Rezende, agradeceu a primeira-dama do Estado por idealizar o programa. “A primeira-dama tem um papel fundamental na execução do Ser Família Emergencial. A Assembleia disponibilizou R$ 10 milhões de reais para esse programa para ajudar a atender as 100 mil famílias. Isso é grandioso”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *