Max Russi cobra demandas de Barra do Garças e faz propostas para alavancar turismo do Araguaia

Foram duas indicações e um Projeto de Lei, na busca de soluções para demandas que atingem toda a região.

Demandas de Barra do Garças foram apresentadas em sessão plenária pelo deputado Max Russi (PSB), nessa semana. Uma das proposições é a Indicação nº 4529/2019, que pede a reforma da Agencia Fazendária do município, que também atende a 30 municípios do Vale do Araguaia, desde Ponte Branca até Vila Rica.

Conforme informações repassadas ao parlamentar, a situação do prédio é precária e ultima reforma teria acontecido há mais de 12 anos. “Essa situação tem prejudicado o trabalho dos servidores e quem sofre com isso é a sociedade, que precisa do atendimento. Por isso estou fazendo essa cobrança”, justificou.

Ainda de acordo com que foi informado ao deputado, um engenheiro da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT), teria feito uma visita técnica a agencia e já elaborado um projeto de reforma estrutural. “Esse já um fator favorável, pois essa reforma traria um ganho para a população, pois um ambiente limpo, seguro e moderno traz benefícios para todos”, complementou Max.

Outras duas cobranças feitas pelo deputado Max Russi estão relacionadas ao pedido de inclusão do “Festival de Pesca de Barra do Garças”, evento tradicional da região, no calendário turístico de Mato Grosso.

Essa necessidade foi apresentada a Russi pelo secretário Municipal de Pesca e Agricultura do município, Paulo Henrique Fernandes. Ele alega que desde a promulgação da Lei Municipal nº 3824/2017, o evento, que é tradicional, já faz parte do cronograma de atividades da cidade.

O deputado Max Russi garantiu empenho nas cobranças, e destacou o Araguaia como uma das regiões mais belas do mundo, com imenso potencial. “Essa indicação e esse Projeto de Lei são passos importantes, no entanto é necessário que trabalhemos políticas públicas que também efetivem a conservação ambiental, para que o progresso da região aconteça de forma completa”, observou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *