Menino de 3 anos baleado na cabeça pelo pai é transferido para Cuiabá; irmã de 4 anos foi morta

Pai matou a filha de 4 anos e atirou em filho de 3 após ser preso por agredir a ex-mulher em Canarana. Ele se matou logo em seguida.

Lucas Diniz da Silva, de 27 anos, matou a filha, atirou no filho e se matou em Canarana — Foto: Arquivo pessoal

O menino de 3 anos, que foi baleado na cabeça pelo pai dele em Canarana, cidade a 838 km de Cuiabá, foi transferido e está internado no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

Segundo a Polícia Civil, ele teria cometido o crime por vingança depois que foi preso por ter agredido a ex-mulher dele, mãe das duas crianças.

O crime ocorreu na noite de segunda-feira (2) na casa de Lucas, no bairro Morada do Sol, em Canarana.

Depois de ser preso e solto pela agressão contra a ex, Lucas foi até a casa dela e pediu que os filhos dormissem com ele naquela noite.

Horas depois, já com as crianças em casa, ele começou a mandar mensagens ameaçadoras para a ex-mulher. Nas mensagens ele também mandou fotos de uma arma.

Filha de 4 anos foi morta pelo pai em Canarana — Foto: Arquivo pessoal
Filha de 4 anos foi morta pelo pai em Canarana — Foto: Arquivo pessoal

A ex-sogra dele chamou a polícia. Quando os policiais chegaram na casa, ouviram barulhos de tiro e entraram na residência. As duas crianças estavam deitadas na cala com o pai e todos estavam feridos com tiros na cabeça.

Os filhos ainda respiravam quando foram socorridos por policais militares. Já Lucas não estava mais vivo.

A menina de 4 anos morreu enquanto era socorrida para um hospital. O menino de 3 anos foi transferido para o Hospital de Água Boa, 736 km de Cuiabá, e depois para a capital.

A arma usada no crime foi apreendida e a perícia foi feita no local. O crime é investigado pela Polícia Civil.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *