MENOS POLUENTE E MAIS EFICIENTE CONTRA A COVID 19: Várzea Grande recebe 10 novos ônibus já adaptados para atender o sistema BRT

Compromisso assumido pela empresa é trocar todos os veículos até 2024. Prefeitura ainda vai implantar novos abrigos e exige regras mais rígidas para o funcionamento do terminal André Maggi

“Meu compromisso é renovar durante o meu mandato toda a frota de 65 veículos que atendem o transporte coletivo em nossa cidade de Várzea Grande e acredito que iremos avançar muito com a decisão de implantar o BRT – BUS RAPID TRANSIT, adotado pelo Governo Mauro Mendes”, disse o prefeito Kalil Baracat que acompanhado pelo secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, pelo presidente da Câmara Municipal, Fábio Tadin e pelo líder do Governo, vereador Sardinha, receberam 10 novos veículos que passam a compor a frota que atende aos moradores da cidade e já vem com portas de acesso para o novo sistema de transporte coletivo.

Os novos veículos estão entre o que existe de mais moderno e eficiente pois reduzem a poluição do ar com práticas sustentáveis como chassis mais modernos e que utilizam o Diesel S10, 90% menos poluentes e receberam um incremento da ordem de R$ 7,2 milhões no total e seguem um cronograma que ainda prevê, mais 15 veículos em 2022 e outros 20 veículos em 2023.

“São veículos com janelas lacradas, sistema de ar-condicionado com ultrafiltragem e luz ultravioleta que inibem a propagação de vírus e bactérias, wi-fi sem fio (internet gratuita) e colocam a frota local entre uma das mais modernas, já que em 2019 chegaram 20 veículos, que, portanto, tem dois anos de uso e mais 10 novos”, disse o prefeito Kalil Baracat sinalizando que os veículos vem ainda com sistemas de circuito internos que oferecem mais segurança e atendimento especializado para deficientes físicos e vísuais, como rampas de acesso para cadeira de rodas e espaço para animais acompanhantes e equipamentos como inscrições em Braile nos balaustres .

Os novos carros possuem ar-condicionado com filtro antipólen, sendo que um esterilizador de ar é instalado dentro da entrada do ar resfriado que é capaz de destruí os micro-organismos no ar. “É uma tecnologia nova que possibilita a troca do ar com maior eficiência, inclusive indicado contra o vírus da Covid-19. Estudos apontam que esse equipamento garante que a circulação do ar interno do ônibus passe pelo filtro antiviral, onde vírus, bactéria e fungo são eliminados em 99%”, afirmou o empresário Romulo Botelho, presidente da MTU – Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbano, que representa as empresas concessionárias que operam no sistema de Cuiabá e Várzea Grande.

Os coletivos possuem também campainha nos balaústres com código de braile, além de área reservada para pessoa com deficiência visual acompanhada com cão guia, rampa para cadeirante, com direito a assento para acompanhante do cadeirante. Todos os novos ônibus dispõem de poltronas estofadas e assentos reservados para pessoa com deficiência, obesa e idosa. A inclusão de passageiros com mobilidade reduzida têm sido outra preocupação para garantir o bem-estar de todos, por isso, a cada renovação de frota se tem investido na acessibilidade.

Kalil Baracat lembrou que na campanha eleitoral defendeu o VLT – Veículo Leve sobre Trilhos, mas diante da posição do Governo do Estado em trocar o modal para o BRT por ser tão eficiente quanto o outro e economicamente mais viável e possível, ele passou a defender a troca. “Várzea Grande foi a mais penalizada pelas obras que rasgaram a cidade ao meio, deixando uma cicatriz que prejudicou muitas pessoas, muitos negócios, ceifaram vidas e o pior de tudo, vive momentos de uma eterna disputa judicial, então como prefeito fiz a opção pelo melhor para a cidade e sua gente, pois não temos mais como conviver com essa situação. É urgente que o novo sistema saia do papel e se torne uma realidade que tem que começar pelo atendimento a população, pois o serviço do transporte coletivo é pago, então deve ser um serviço de qualidade”, disse Kalil Baracat.

O secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, disse que além de novos, o veículo do transporte coletivo tem Wi-fi e todos vêm com equipamentos com câmeras de monitoramento e um sistema para evitar fraudes no bilhete único. 

“A entrega desses novos ônibus atende a demanda da população na melhoria e ampliação da frota desses veículos, que com certeza vai beneficiar aos usuários deste transporte. Além de mais segurança, o aumento da frota vai contribuir para a diminuição de aglomeração de pessoas, fator importante, principalmente neste momento de pandemia”, garantiu o secretário.

Além dos novos veículos, a Prefeitura Municipal de Várzea Grande vai realizar o trabalho de modernização dos pontos de ônibus, que também faz parte do plano de governo, que é garantir acessibilidade e comodidade nos locais de embarque e desembarque. Estudos estão sendo feitos e neste primeiro semestre as primeiras mudanças já irão acontecer.

“Inclusive o prefeito Kalil Baracat solicitou da empresa concessionária do Intermunicipal, União Transporte, responsável pelo Terminal André Maggi, uma melhor estruturação, melhor serviço e principalmente um atendimento mais digno para todos os usuários”, frisou Breno Gomes.

Outro item a ser destacado pela empresa União Transportes é a emissão de gases poluentes que contribui para o aquecimento global, afetam a qualidade do ar e a saúde da população. A cada 90 dias, a frota passa por uma completa e rigorosa inspeção realizada por técnicos do DESPOLUIR – Programa Ambiental do Transporte, desenvolvido pela CNT e pelo SEST SENAT através da FETRAMAR – Federação das Empresas de Transporte de MT “O índice de aprovação da empresa União Transporte atinge 97% da frota, conforme a última inspeção realizada em abril deste ano. A próxima aferição está prevista para julho” apontou Carlos Corso, coordenador do programa.

A segurança é reforçada com as câmeras de vídeo, sendo três instaladas na parte interna do ônibus e uma na parte frontal, que permite o monitoramento e mapeamento das ocorrências e identificação das linhas mais afetadas com o trânsito, com ajuda do GPS. Conta ainda com equipamento de biometria facial para combater o uso indevido dos cartões de gratuidade. Esse investimento em tecnologia de ponta, iniciou em 2005, com a implantação da bilhetagem eletrônica e possibilitou mais agilidade no embarque e segurança aos trabalhadores do sistema e, a população que utiliza o coletivo.

Para o presidente da Câmara Municipal, Fábio Tardin, a melhoria no sistema do Transporte Coletivo é a demonstração do empenho que o prefeito Kalil Baracat está tendo com a população mais carente e que utiliza o transporte coletivo e que agora irão contar com transportes novos e com segurança e mais comodidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *