Ministro discute com Wellington prioridade para educação de Mato Grosso

Senador Wellington Fagundes é relator do orçamento da educação de 2022

Durante três dias de visita a Mato Grosso, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, discutiu com o senador Wellington Fagundes (PL-MT) quais as prioridades para o orçamento do setor no ano que vem. De Sinop, passando por Rondonópolis até Cuiabá, o ministro ressaltou, durante a viagem, a necessidade de aumentar o volume de recursos em 17% para o ano que vem e prevê investimentos que possam melhorar a infraestrutura das instituições de ensino e as condições de trabalho dos profissionais da Educação.

“Fico feliz de ver que algumas escolas em Mato Grosso têm uma estrutura dessa qualidade”, disse o ministro ao visitar a Escola Estadual Dr. Mário de Castro, no Pedra 90, em Cuiabá. Inaugurada em maio deste ano, a escola é referência não só em estrutura, mas na adoção de um ensino de qualidade. Por meio do Programa 4.0, os estudantes têm acesso a conhecimentos teóricos de tecnologia em cursos rápidos, como ode robótica, inglês e informática.

Ainda pela manhã, o ministro inaugurou a Escola Cívico Militar Maria Dimpina, em Cuiabá. A escola ganhou novas estruturas como sala da coordenação militar; despensas separadas para produtos secos e refrigerados; Depósito de Material de Limpeza (DML) no pavimento superior e praça interna entre os blocos. Possui duas salas multifuncionais para o atendimento de 27 crianças com deficiência (cadeirantes, deficiência auditiva, TDH, Autista e outros); duas salas de apoio, Biblioteca e Sala de Informática.

“Essa mesma qualidade deveria estar em todas escolas públicas do Brasil”, disse o ministro ao lembrar que herdou 4 mil obras inacabadas quando de sua posse e, em um ano e maio, conseguiu concluir 1.520.

“O ministro viu que temos muita qualidade em nossa Educação, mas temos também muita demanda”, disse o senador. Entre elas, está a conclusão da sede própria do Instituto Federal de Mato Grosso, campus de Várzea Grande.

O campus foi criado em outubro de 2013, fazendo parte da terceira fase do plano de expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. O município de Várzea Grande doou uma área localizada no bairro Chapéu do Sol. Agora, vai ganhar um prédio próprio em obra que vai consumir R$ 20 milhões em recursos.

Ainda durante sua visita a Cuiabá, o ministro visitou a usina de energia solar da Universidade Federal de Mato Grosso e o Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres, que abriga aproximadamente 1.000 espécimes animais da fauna regional dentro do campus da UFMT.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *