Mulher é presa por homicídio e ocultação de cadáver de feirante em Várzea Grande

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Proteção a Pessoa (DHPP), cumpriu o mandado de prisão contra, Silvana Ferreira da Silva, 27, pelo envolvimento no homicídio que vitimou o feirante, Dirceu Lima Raimundo, no mês de novembro. A suspeita responderá pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver. 

As investigações iniciaram no dia 11 de novembro, quando o corpo da vítima foi encontrado enterrado no quintal da sua própria casa, no bairro Marajora. Segundo o delegado, Fausto José Freitas da Silva, desde o início das investigações, Silvana, era apontada como principal suspeita do crime.

De acordo com as apurações, a suspeita é usuária de drogas e mantinha um relacionamento com a vítima. Após a morte do feirante, ela foi vista na casa dele e também utilizando o veículo da vítima.

Com base em diligências realizadas pela equipe da DHPP, o delegado representou pela prisão preventiva da investigada, a qual foi deferida pela justiça. A ordem judicial foi cumprida na quarta-feira (18), no bairro Parque Amperco, em Várzea Grande.

A suspeita foi conduzida a DHPP, onde interrogada negou ter participado do homicídio. As investigações continuam em andamento para apurar o envolvimento de outras pessoas no crime.

Entenda o caso

Corpo do feirante Dirceu de Lima Raimundo, 58, foi encontrado enterrado no quintal de sua casa no bairro Marajoara, em Várzea Grande, no começo da noite de segunda-feira (11). Ele estava desaparecido há 6 dias e a principal suspeita do crime é sua namorada, que é usuária de drogas e está foragida.

De acordo com as informações da Polícia Militar, cachorro de uma vizinha assim que escapou, foi até o terreno onde o corpo foi enterrado e começou a escavar a terra. A dona do cão foi até o local pegá-lo e encontrou muitos bichos no espaço escavado, além do mau cheiro que saia da terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *