NOVAS REGRAS: Decreto endurece funcionamento de todos os setores em Várzea Grande e cobra participação popular

Medida alerta para necessidade das pessoas e dos setores econômicos atentarem para as medidas para continuar funcionando

O Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID 19) em Várzea Grande, acolheu determinação da prefeita Lucimar Sacre de Campos, após levantamento de dados feitos pelos setores de Vigilância e Fiscalização da administração municipal e endureceu as regras de isolamento social, utilização de espaço públicos, de meios de segurança como máscaras e quando necessário luvas e higienização como água e sabão e álcool gel.

O Decreto 32/2020 que será publicado no Diário Oficial dos Municípios, mantém o funcionamento do Shopping Center em horário reduzido das 10:00 as 20:00; o comércio em geral, das 8:00 as 18:00; os estabelecimentos de gêneros alimentícios como supermercados, mercados, padarias, lanchonetes, bares, restaurantes entre outros das 6:00 as 21:00.

“O Poder Público cuida de toda a cidade e, portanto, tem suas obrigações para com a população e com a cidade e temos que manter as coisas funcionando mas com regras e com rigor na fiscalização”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos que refutou criticas de que houveram liberações sem regras, quando na realidade as regras duras de funcionamento sempre foram exigência número um para se voltar a normalidade.

O secretário Kalil Baracat, presidente do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, sinalizou que a fiscalização está sendo ampliada e vai ganhar novos servidores para cobrir mais áreas de toda cidade e frisou que se necessário novas medidas serão adotadas, pois em primeiro lugar vem a questão da saúde da população e depois o dia a dia da cidade e de sua gente que precisa ajudar e ser consciente nas suas responsabilidades.

“Este novo decreto visa reafirmar que as medidas adotadas pelo funcionamento, não relaxam as obrigações de proprietários e consumidores de manterem distancia de 1,5 metros entre as pessoas, uso de máscaras, água e sabão, álcool gel entre outras medidas essenciais, sob penas de multa e até mesmo fechamento daqueles que desrespeitarem as medidas”, disse o presidente do Comitê e secretário de Governo, Kalil Baracat.

O decreto proíbe ainda a utilização de áreas públicas que se tornaram comuns pelas inaugurações da administração, como praças de lazer, áreas fitness, Ginásio do Fiotão, Estádio Municipal Dito Souza entre outros que estão impedidos de serem utilizados.

O expediente na Prefeitura de Várzea Grande será de oito horas diárias, sendo cinco horas presenciais com possibilidade de rodízio quando necessário e mais três horas diárias em home office com tarefas a serem efetivadas e prestadas. “Existem secretarias municipais como Saúde, Gestão Fazendária, Educação, Promoção Social, Guarda Municipal, Viação e Obras Públicas, Serviços Públicos e Mobilidade Urbana que funcionarão com expediente presencial integral e se possível sem utilizar todos os servidores, mas mantendo as obrigações dos demais, ou seja, distanciamento de 1,5 metros, máscaras, água e sabão constantemente, álcool gel entre outras medidas necessárias.

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, lembrou que a principal medida é o distanciamento social e os meios de higienização e que muito mais do que o poder público e saúde podem fazer no combate ao Coronavírus (COVID 19) está nas condições da população em se ajudar e ter uma postura fundamental no combate e nas curas dos infectados.

“Temos que unir os esforços, poder público, saúde e população na busca de enfrentar este desafio que não pode e não será maior do que a vontade de viver das pessoas e de superar as adversidades”, disse Diógenes Marcondes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *