NOVOS AVANÇOS NA VACINAÇÃO: Várzea Grande abre cadastro para pessoas de 20 a 24 anos e pré-cadastro de 18 a 20 anos

Nova faixa etária começa a ser vacinada neste sábado. Pessoas devem estar cadastradas no site oficial de Várzea Grande e ter seu pedido confirmado

Após reunião técnica e aval do prefeito Kalil Baracat, a Secretaria de Saúde de Várzea Grande adotou três novas medidas para acelerar a imunização da população da segunda maior cidade de Mato Grosso contra o coronavírus – COVID 19.

Está aberto desde ontem o cadastro para pessoas com idade entre 21 a 24 anos que começam a ser vacinados neste fim de semana, mais precisamente no sábado, 14 de agosto, bem como, o pré-cadastro para pessoas de 18 a 20 anos, que nesta situação, segundo planejamento da Secretaria de Saúde de Várzea Grande, poderão ser vacinadas a partir do dia 23 de agosto, ou, então se chegarem novas remessas de vacina por parte dos Governos Federal e do Estado de Mato Grosso, terem essa data antecipada.

A terceira medida é o reforço para o Programa Resgate Cidadão, uma inovação de Várzea Grande, para as pessoas com 50 anos ou mais, que segundo o cadastro do Ministério da Saúde e o Banco de Dados do Cartão do SUS ainda não receberam nenhuma das duas doses ou a segunda vacina, essa categoria em maior escala.

Tanto o cadastramento como o pré-cadastro devem ser feitos no site oficial de Várzea Grande, pelo endereço www.varzeagrande.mt.gov.br, na aba IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE, e terem confirmados o horário, a data e o local de vacinação. São quatro locais de vacinação, no Parque Berneck em sistema drive thru; no Ginásio de Esportes Júlio Domingos de Campos (Fiotão) em ponto fixo; no Miniestadio do Jardim dos Estados em ponto fixo e no Centro Universitário Várzea Grande – UNIVAG tanto em ponto fixo como em drive thru. Esses quatro pontos de vacinação podem, conforme o número de cadastros confirmados, funcionarem ao mesmo tempo, em dias alterados ou em locais alternados.

Como serão duas novas faixas, o site oficial de Várzea Grande, passou a ter duas abas, uma do cadastro de 20 a 24 anos e outra com o pré-cadastro de 18 a 20 anos.

“Temos mantido nossa meta de vacinar a toda população de Várzea Grande e todas as medidas adotadas até este momento contou com muito planejamento técnico, com a participação efetiva dos servidores da Saúde Pública Municipal e com a participação da população que sabe a importância de vacinar e estar imunizado contra uma doença a COVID 19 que percorre caminhos desconhecidos pela ciência e pela medicina e infelizmente levou muitas vidas e trouxe muito sofrimento a milhares, milhões de pessoas em todo o Mundo”, disse o prefeito Kalil Baracat.

O prefeito e o secretário de Saúde, Gonçalo Barros, discutiram ainda a possibilidade de antecipar os planos do Ministério da Saúde, de vacinar crianças e jovens com faixa etária abaixo dos 18 anos, lembrando que desde o início da vacinação, o entendimento dos técnicos, médicos e cientistas era da não necessidade de vacinação para crianças e menores de 18 anos, mas como, a SARS-CoV-2, vem sofrendo mutações com novas cepas, já se estuda essa possibilidade.

“Sempre deixamos claro nossa intenção de vacinar todas as pessoas, para que possamos retomar a normalidade do dia a dia daqueles que precisam trabalhar, estudar, viver dentro desta nova realidade com ou sem a COVID 19, mas com a certeza de que tudo que está ao nosso alcance para garantir qualidade de vida está sendo feito”, disse o prefeito de Várzea Grande.

Gonçalo Barros, sinalizou que o planejamento executado pela Secretaria Municipal de Saúde em relação a vacinação das pessoas contra a COVID-19, seja com uma ou duas doses, está permitindo que mais pessoas sejam imunizadas. “Nossa deficiência ficou por conta da falta de entrega de doses por problemas políticos e administrativos, mas já demos diversas demonstrações de que temos capacidade e principalmente aparato para promover a aplicação de mais de 10 mil doses diariamente”, explicou o titular da Saúde de Várzea Grande.

Ele lembrou que semanalmente, a equipe da Saúde de Várzea Grande, formada por profissionais comprometidos com a saúde das pessoas e da cidade, vacina uma média de 12 a 15 mil pessoas, justamente por não ter vacina suficiente para atender toda a demanda.

“Se tivéssemos as doses necessárias tenho convicção plena de que toda a população de Várzea Grande já estaria vacinada e provavelmente dedicaríamos esforços na possibilidade de talvez aplicar uma terceira dose se assim a medicina e os técnicos decidissem que é a melhor opção para vencer a pandemia da COVID 19”, ponderou Gonçalo Barros.

O secretário lembrou ainda que continua sendo fundamental o empenho e dedicação dos profissionais da Saúde, entre outros envolvidos, no planejamento da Campanha de Vacinação e o compromisso do prefeito Kalil Baracat que não apenas assumiu a frente de todas as decisões adotadas, como estimulou a procura de soluções para o enfrentamento da COVID 19, despertando na população a importância de procurar ser vacinada, se cuidar evitando aglomerações e adotar as medidas necessárias para enfrentar a pandemia que atingiu todos os países do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *