Operação da Polícia Civil cumpre mandados contra quatro envolvidos em homicídio em Colíder

Sete ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão, contra autores de um homicídio ocorrido em Colíder (650 km ao norte de Cuiabá) foram cumpridos pela Polícia Civil, na sexta-feira (06.11), na operação “Xeque-Mate“, deflagrada pela Delegacia do município.

Os mandados, sendo quatro de prisão e três de busca e apreensão, tinham como alvo quatro suspeitos, entre eles um ex-vereador do município de Terra Nova do Norte, apontado como mandante do crime de motivação passional.

O homicídio que vitimou Juarez Goulart, de 51 anos, ocorreu no dia 19 de agosto, na residência da vítima em Colíder. Segundo as investigações, a vítima estava na cozinha da casa com a sua companheira, quando o executor pulou o muro da residência, chamando a atenção de Juarez que ao se virar foi atingindo com pelo menor quatro disparos de pistola calibre .380.

Após cometer o crime, o suspeito pulou novamente o muro, encontrando com o comparsa que o aguardava em uma motocicleta para fuga. A companheira da vítima chegou a correr atrás do suspeito, porém devido ao período noturno não conseguiu ter uma boa visão do autor dos disparos.

Durante as investigações, coordenadas pelo delegado Eugenio Rudy, foi identificado que o crime teve motivação passional e que teria sido encomendado pelo ex-vereador de Terra Nova do Norte, que não aceitava o fim do casamento de 30 anos com a ex-esposa.

Com base nos levantamentos, o delegado representou pelos mandados de prisão e busca e apreensão contra os quatro suspeitos, os quais foram cumpridos nas cidades de Colíder, Sinop e Terra Nova do Norte.

“A operação é resultado de um grande serviço realizado pelos investigadores e escrivães da Delegacia de Colíder que não mediram esforços para esclarecimento do crime  e também um recado às pessoas que acreditam que contratando matadores de aluguel não terão consequências”, disse o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *