Pai de jovem que sumiu foi até favela pedir para que o ex devolvesse o corpo

O pai de Bianca Lourenço, de 24 anos, desaparecida desde domingo (3), prestou depoimento nesta quarta-feira (6) na delegacia da Penha, no Rio de Janeiro. Em entrevista ao RJ2, da TV Globo, ele contou que foi até a Favela na Kelson’s onde Bianca desapareceu para falar com o ex-namorado da filha.

De acordo com testemunhas, a jovem estava em um churrasco quando foi levada à força por Dalton Vieira Santana. Segundo a Polícia Civil, o suspeito é apontado como chefe do tráfico de drogas da comunidade. Conforme postagens de amigos da vítima nas redes sociais, o ex teria matado Bianca após ela compartilhar uma sequência de fotos de biquíni.

O pai de Bianca contou ainda que o ex-namorado da filha nunca a deixou em paz, e nunca aceitou o fim da relação ocorrido há cerca de dois meses. “Tentei tirar ela de todo jeito da favela. Eu já tava ajeitando o quarto dela, as coisas dela”, relatou.

Na entrevista ao RJ2, o pai contou ainda que foi até a favela procurar pela filha. “Pedi a ele pra me ajudar se ele pudesse… Se tivesse acontecido, se ele pudesse devolver o corpo da minha filha , que poderia me entregar do jeito que tivesse, que ele poderia me tirar pelo menos a dor de pai, pelo menos de eu poder enterrar minha filha”, afirmou.

De acordo com o pai da jovem, ele agora aguarda os resultados da investigação. “Para todos, ele [Dalton] falou que matou ela. Não falou para mim, mas falou pros outros. Falou que tinha colocado ela num carro, e que tinha mandado ela embora. Mentira. Que ela já tinha que estar aqui em casa há muito tempo, se isso fosse verdade”, disse. O caso está sendo investigado pela 22ª DP (Penha).

COMPARTILHE ESSA MATÉRIA:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *