Pastor abusa de mulher dentro de ônibus, alega ter caído em tentação, mas acaba preso

Pastor abusa de mulher em ônibus e acaba preso – Foto: Divulgação/PRF

Um pastor de 59 anos foi preso nesta quarta-feira (22) por importunação sexual. A vítima, de 39, era passageira de um ônibus que seguia de Vitória (ES) para Belo Horizonte.

Ao perceber o crime, o motorista do ônibus parou o veículo e acionou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-262, na Região Central de Minas Gerais.

Diante das perguntas dos policiais, o passageiro se identificou como pastor e começou sua justificativa, no mínimo, insólita.

O homem primeiro disse que estava dormindo e “sonhou”. Contudo, de acordo com a PRF, depois admitiu que cometeu o “ato libidinoso não consensual para satisfação pessoal”.

Ainda segundo os policiais, o homem tentou usar a atuação religiosa para justificar suas ações. “Ele tentou se justificar dizendo que ‘estava há 20 anos sem uma mulher e por isso caiu em tentação’”, afirmou a PRF.

Tanto vítima como homem foram levados para a Delegacia Civil mais próxima. O crime de importunação sexual é classificado pelo ato de “praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”. A pena varia de um a cinco anos de prisão, “se o ato não constitui crime mais grave”.

Depois dos procedimentos de praxe, a Polícia Civil confirmou que a prisão em flagrante do suspeito foi confirmada pelo delegado. O pastor, posteriormente, foi levado então a um presídio, onde permanece recluso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *