Penitenciária inaugura novo espaço para presos LGBTQI+

Ala é dividida em duas celas, solarium e dois banheiros e garante mais dignidade aos recuperandos

A | A

A Penitenciária Major Eldo de Sá (Mata Grande), em Rondonópolis (215 km ao Sul), inaugurou um novo espaço para a população LGBTQI+ na unidade. A ala é dividida em duas celas, solarium e dois banheiros e referenda garantias, além de ofertar dignidade, oportunidades e proteção a esse público. No momento, 27 presos estão cumprindo prisão na Ala Aquarela.

O projeto da Ala Aquarela foi criado em 2017, por meio da normativa 001/2017,da Secretaria de Segurança Pública, para atender a demanda de pessoas privadas de liberdade LGBTQI+ com medidas de acolhimento, garantindo a preservação dos direitos e manutenção das suas características próprias.

“Os recuperandos LGBTQI+ sempre estão incluídos nos projetos da Unidade e por meio das atividades laborativas são qualificados e também são remidos da pena. O diretor da Penitenciária Mata Grande, Ailton Ferreira, abraçou o projeto e não mediu esforços para que o mesmo fosse concluído em tempo recorde visando a melhoria de vida a este público interno”, destacou o coordenador do projeto, André Santos da Silva.

A obra levou dois meses para ser concluída e os recursos utilizados são da cantina da unidade, administrada pela Associação dos Servidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *