Permissionários da Central de Abastecimento recorrem a Botelho por melhorias

Associação da Botelho vai destinar recursos para revitalização da Central de abastecimento de Cuiabá

Administrada pela Associação dos Permissionários do Terminal Atacadista de Cuiabá – APETAC, a Central de Abastecimento de Cuiabá – CAC, no Distrito Industrial, receberá recursos para projeto de revitalização e aquisição de um veículo, para o transporte de hortifrutigranjeiros que são doados, diariamente, pelas 125 empresas alojadas na central, às 80 entidades filantrópicas cadastradas. Também apoio para transformar a CAC no Ceasa de Mato Grosso.

A garantia foi dada pelo deputado Eduardo Botelho (União Brasil), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, que visitou a Central, neste sábado (07), para reunião com a Diretoria-Executiva da APETAC, presidida por Marilda Fátima Giraldelli, popular Baixinha Giraldelli (PDT), suplente de vereador, que assumiu a vaga de Lilo Pinheiro, na Câmara Municipal de Cuiabá.

“Várias reivindicações foram feitas pela Baixinha. Entendo que essa central é muito importante para nosso estado. Aqui são comercializados os produtos da agricultura familiar, é aqui que o pequeno produtor traz a banana, a melancia, a abóbora e outros produtos para vender e o local tem que estar bem estruturado para atendê-los, assim podem produzir mais. É isso que nós queremos. Então, vamos trabalhar para destinar recurso para fazer o projeto de melhorias, um projeto moderno, uma obra padrão. Estamos fazendo o compromisso também para comprar um veículo, para que possam continuar o projeto social, entregando alimentos para entidades que ajudam a população carente”, destacou Botelho, que deverá destinar emenda de R$ 500 mil para atender as solicitações.

Emocionada, Baixinha Giraldelli agradeceu o apoio aos permissionários. “Quero agradecer de coração Botelho por essa ajuda aos permissionários. A tão sonhada melhoria, pois abastecemos todo Mato Grosso e precisamos de um lugar digno para trabalhar, principalmente, esse carro que vai nos disponibilizar para fazer o trabalho social. A gente quer ajudar outros bairros, mas a dificuldade é grande sem veículo adequado. Por isso, quero agradecer pela visita e pelo olhar à sociedade”, disse a presidente.

“Essa ajuda é muito importante para todos os permissionários, que trabalham muito para entregar produtos de alta qualidade. Pelo menos mil pessoas circulam na central diariamente. Trabalho que tem início às 2 horas da manhã.

REIVINDICAÇÕES – Conforme ofícios entregues a Botelho, são necessários os seguintes investimentos:

Pavimentação asfáltica no pátio da Central e operação tapa-buraco onde já foi asfaltado, uma vez que, o fluxo de caminhões é grande e convivem com buracos, lama e poeira; elaboração de projetos para a reestruturação e expansão da CAC; aquisição de um veículo utilitário para a distribuição de alimentos doados pelos permissionários às entidades filantrópicas.

Também solicitaram apoio para a aquisição/ cessão junto a Conab de áreas e galpões que fazem divisa com a Central para futura expansão. E emenda para a pavimentação asfáltica da via de acesso ao loteamento Sampaio, no bairro Pedra 90, em Cuiabá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.