PM fecha ‘escritório’ de falsificação do crime em Várzea Grande

Os dois homens foram conduzidos à Central de Flagrantes. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

A Polícia Militar fechou um ‘escritório’ de falsificação de documentos. Um homem de 28 anos  foi preso e um adolescente(17) apreendido, por crimes de estelionato e tráfico ilícito de entorpecentes, na sexta- feira(21), em Várzea Grande. A PM apreendeu 46 documentos falsificados ( CNHS e RGs ), dentre outros objetos ilícitos.

Durante o período da tarde, os policiais do 10º Batalhão receberam uma denúncia de que estaria funcionando um “ escritório” de falsificação de documentos,  em uma residência, no bairro Capão do Pequi, em Várzea Grande.

Os policiais foram até o local e identificaram três homens em frente a residência apontada, o trio apresentou nervosismo. Dois deles foram abordados e o terceiro conseguiu fugir após entrar em um matagal.

Um dos suspeitos relatou que o seu comparsa correu porque a residência onde eles estavam funciona um “ escritório” para falsificar documentos. O homem confessou que alugou o imóvel para confeccionar os falsos documentos. O suspeito e o outro homem que estava com ele foram presos.

Dentro da residência, os policiais apreenderam 32 cédulas de identidade(RGs), 14 carteiras de habilitação (CNHs), 22 chips de celular de várias operadoras telefônicas, três máquinas de cartão de crédito, dois notebooks, um plastificador de documentos, duas impressoras, balança de precisão, dois tabletes de maconha e porções de pasta base de cocaína.

Os dois homens foram conduzidos à Central de Flagrantes. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *