POLÊMICA DE FALSA VACINAÇÃO ESCLARECIDA: Exame comprova aplicação de vacina e aponta imunização acima de 96%; veja o vídeo

João Evangelista dos Santos recebeu sua primeira dose contra a covid 19 no dia 19 de julho no ginásio do Fiotão. filmagem teria colocado em dúvida a imunização agora confirmada por exame especializado.

Um exame sorológico realizado pela Secretaria de Saúde de Várzea Grande, em laboratório particular, no cidadão João Evangelista dos Santos, identificou 96% de anticorpos contra o novo Coronavírus – COVID 19. O resultado do teste comprova que o morador do bairro Jardim Eldorado recebeu a vacina contra a Covid-19 e elimina qualquer suspeita de erro de aplicação da dose.

O prefeito Kalil Baracat comemorou o resultado do exame e lembrou que não existe problema por parte da Prefeitura de Várzea Grande reconhecer um erro, ainda mais quando se fala em vidas humanas, “mas a realidade é de que confiamos nos profissionais da Saúde Pública e tínhamos certeza de que os devidos esclarecimentos seriam dados, portanto, ficou comprovado que a Saúde em nossa cidade trabalha sério, com eficiência e respeitando as pessoas e o resultado está ai”, disse Kalil Baracat.

A dúvida e a necessidade de realização do teste surgiram quando João Evangelista dos Santos foi vacinar, no dia 19 de julho passado, e a enfermeira teria trocado de seringa no momento da imunização. “No princípio eu senti dúvida pela troca na hora da vacina. No mesmo dia conversei com o secretário de Saúde, Gonçalo Barros, no Ginásio do Fiotão, onde o fato ocorreu e foi proposto para eu fazer o teste. Agora com o resultado, graças a Deus deu tudo certo. Estou imunizado e com os exames comprovando. O secretário cumpriu com a sua palavra. Minha dúvida acabou, estou 100% tranquilo”, disse aliviado João Evangelista dos Santos, que agradeceu ao secretário, ao prefeito Kalil Baracat e aos servidores da Saúde de Várzea Grande, pedindo desculpa pelo ocorrido.

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo de Barros, informou que a gestão municipal zela pela eficiência e transparência na campanha de vacinação contra a Covid-19 e não podia deixar de esclarecer qualquer dúvida, por menor que ela fosse.

“O episódio ocorreu, nós reconhecemos o erro, naquele momento, quando não ficou claro, pois existiam duas seringas, porém as duas possuíam o mesmo imunizante. Para esclarecer a dúvida e acabarmos com o desconforto do paciente nós realizamos o exame, lembrando que desde o fato nos colocamos a disposição, desde que com avaliação médica, de se promover uma nova vacinação, se ele não estivesse imunizado e para nossa satisfação, com apenas uma dose, a imunização dele com a vacina AstraZeneca superou os 90% e ele ainda receberá a segunda dose”, pontuou. 

Gonçalo de Barros também reforça a importância da vacinação contra a Covid-19 e a responsabilidade social do serviço que está sendo executado. Como avanço da vacinação, a Secretaria de Saúde já percebe a redução no número de pessoas com sintomas, internações, casos graves e mortes pela covid-19, além de conter a circulação do vírus em busca do fim da pandemia.

“Foi importante também a realização do exame sorológico – de sangue – que verifica a presença de anticorpos neutralizantes, aqueles que impedem a entrada do vírus na célula, e podem indicar se a pessoa desenvolveu ou não imunidade. No caso do senhor João Evangelista foi de 96% de imunização, só com a primeira dose. E isso nós precisamos também reforçar a importância da vacinação. A eficácia da vacina e o trabalho executado pelos profissionais da área de saúde de Várzea Grande que trabalham diuturnamente em prol da sociedade várzea-grandense”, detalhou o secretário. 

João Evangelista também afiança as palavras do gestor municipal. “Confiem no trabalho da Prefeitura. Eu confiei, aguardei o resultado. E aconselho que as pessoas se vacinem também. Os exames também comprovam a eficácia da vacina. A campanha de vacinação está sendo séria e o trabalho está sendo executado com responsabilidade, equívocos acontecem”, declarou.

“A exemplo do senhor João, venha se vacinar. É direito de todo cidadão e nossa obrigação prestar um serviço de qualidade”, completa Gonçalo de Barros.

Veja o vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *