Polícia Civil cumpre dez ordens judiciais contra organização que raspou cabeça de mulher na Capital; veja o vídeo

Dez mandados judiciais contra integrantes de uma organização criminosa foram cumpridos pela Polícia Civil, em uma operação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrada na manhã desta quinta-feira (23.04) na Capital.

Os envolvidos são apontados como mandantes e executores de um “salve”, aplicado em uma mulher, moradora do bairro Jonas Pinheiro II, em Cuiabá. Os suspeitos foram indiciados pelos crimes organização criminosa, lesão corporal, ameaça e constrangimento ilegal.

Ao todo foram cumpridas cinco ordens judiciais de buscas e apreensão domiciliar, quatro mandados de intimação para instalação de tornozeleira eletrônica e um mandado de prisão preventiva (contra um homem, de 40 anos), expedidos pela 7ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

O crime ocorreu no dia 24 de fevereiro deste ano, ganhando grande repercussão após os vídeos terem circulados pelas redes sociais. As imagens gravadas por aparelhos celulares registraram uma série de agressões contra a vítima, moradora do bairro.

Nos vídeos, gravados pelos próprios criminosos, três mulheres aparecem agredindo violentamente a vítima com vários golpes em todo o corpo e na região da cabeça. As agressoras imobilizaram a vítima e com uso de tesouras e outros instrumentos cortaram todo o cabelo da mulher, deixando-a com várias lesões corporais e com a cabeça praticamente raspada.

Em determinado momento, aparece nas imagens um quarto suspeito acelerando uma roçadeira próximo à cabeça da vítima, totalmente subjugada, com o objetivo de aterroriza-la ainda mais.

A ação foi registrada pelo mandante do crime, que a todo tempo reforçava que o ato foi cometido em nome da facção criminosa que integram. O crime seria motivado em razão da vítima supostamente ter se envolvido com um homem casado, conduta que não seria admitida entre os integrantes da organização.

Após uma série de diligências, as equipes de investigadores da GCCO conseguiram identificar todos os envolvidos no fato, que tiveram as ordens judiciais representadas pela Polícia Civil. Os envolvidos serão indiciados pelos delitos de organização criminosa, lesão corporal, ameaça e constrangimento ilegal.

As investigações continuam para dar cumprimento aos outros mandados decretados em desfavor de alguns envolvidos que ainda não foram localizados.

One thought on “Polícia Civil cumpre dez ordens judiciais contra organização que raspou cabeça de mulher na Capital; veja o vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *