Polícia Civil cumpre mais duas prisões contra líder de facção, alvo da operação Red Money

A operação foi deflagrada em agosto de 2018, cumprindo 233 ordens judiciais contra o grupo criminoso

Um dos líderes de uma facção criminosa atuante no estado de Mato Grosso e alvo da operação da “Red Money” teve mais dois mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (01.09), pela equipe da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

O suspeito, que já estava preso por envolvimento em outros crimes, estava com outras duas ordens judiciais em aberto, entre elas um mandado de prisão preventiva decretado pela Terceira Vara Criminal de Várzea Grande e outro de prisão definitiva expedido pela Segunda Vara Criminal de Cuiabá.

Apontado como um dos líderes da facção criminosa envolvida com tráfico de drogas e outros crimes, o suspeito é um dos alvos da megaoperação Red Money, deflagrada pela Polícia Civil em agosto de 2018, para cumprimento de 233 ordens judiciais contra o grupo criminoso.

Segundo a apuração, a organização desenvolveu internamente um sistema de arrecadação financeira próprio, criando assim um grande esquema de movimentação financeira e lavagem de dinheiro, com utilização de empresas de fachadas, contas bancárias de terceiros, parentes de presos, entre outros.

Em checagens no sistema, os policiais da GCCO descobriram as duas ordens de prisão em aberto contra o suspeito, que foram devidamente cumpridas.

Na segunda-feira (30), o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a prisão do suspeito, que permanece preso desde agosto de 2018, quando foi deflagrada a operação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *