Polícia Civil lamenta a morte do investigador Odiney Assunção, que completou 20 anos de carreira na instituição

Ele faleceu no final da noite de sábado, em um hospital em Cuiabá

A Polícia Civil de Mato Grosso lamenta profundamente a perda de mais um dos seus valorosos profissionais. O investigador Odiney Osvaldo Carvalho de Assunção, 52 anos, morreu na noite deste sábado (13), em uma unidade hospitalar de Cuiabá, em decorrência de complicações causadas pela covid-19.

O investigador, natural de Cáceres, estava há 20 anos na Polícia Civil e atuou durante toda sua carreira na Delegacia de Pontes e Lacerda.

O policial civil foi hospitalizado em meados de fevereiro e no final da noite de sábado não resistiu à doença. Antes de ser diagnosticado com covid, ele estava em tratamento de diabetes.

Para a delegada de  Pontes e Lacerda, Bruna Caroline Laet, Odiney representou o espírito do servidor que sempre busca o melhor na missão de servir à sociedade. “Foi um policial comprometido com a sociedade, que exerceu a função com dedicação e mesmo de longe nos auxiliava”.

Odiney será sepultado em Pontes e Lacerda, cidade onde estão seus familiares, amigos e colegas de trabalho.

A todos que acompanharam a carreira do investigador e partilharam de sua convivência, amizade e dedicação, a Polícia Civil externa pesar e condolências pela morte de Odiney Assunção.  

Esta é a segunda perda em menos de dois dias para a instituição. Na sexta-feira, a Polícia Civil perdeu o investigador Marco Aurélio Almeida, 43 anos, da Delegacia Regional de Alta Floresta, que também dedicou 20 anos à instituição que abraçou com garra e compromisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *