Polícia Civil prende casal que transportava skunk e haxixe avaliados em R$ 150 mil

Os 43 tabletes de entorpecentes estavam acondicionados em compartimento secreto no para-lamas do veículo

Um casal que estava transportando aproximadamente sete quilos de entorpecentes, entre Skunk (supermaconha) e Haxixe, avaliados em mais de R$ 150 mil foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (18.03), em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

A prisão dos suspeitos ocorreu após denúncia anônima realizada a equipe de policiais da DRE informando sobre um veículo que estava transportando drogas com destino ao estado de Rondônia e que passaria por Mato Grosso durante o trajeto.

Com base nas informações, os policiais da DRE identificaram o veículo e conseguiram realizar a abordagem na Rodovia dos Imigrantes. Durante buscas no automóvel, os policiais conseguiram localizar as  43 porções de skank e raxixe que estavam muito bem acondicionadas em compartimentos secretos no para-lamas e em outros pontos do veículo.

Diante do flagrante, o casal foi conduzido à DRE, onde foi interrogado pelo delegado Frederico Murta e posteriormente autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Segundo o delegado, em checagem no sistema foi constatado que a mulher já possui condenação por tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul. “Ela estava há aproximadamente seis meses em liberdade o que demonstra que não cessou com a prática criminosa”, disse o delegado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *