Polícia Civil prende portador de tornozeleira que atuava no tráfico de drogas no bairro Lixeira

Um traficante de drogas que atuava na região do bairro Lixeira, em Cuiabá, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (03.09), após ser identificado em investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). O suspeito, J.J.S.Z., 30, conhecido como “Gordinho” tem passagens anteriores e é monitorado por tornozeleira eletrônica. Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

A prisão do traficante ocorreu após a equipe da DRE receber informações sobre um possível ponto de venda de drogas no bairro Lixeira, em Cuiabá. Segundo a denúncia, o traficante responsável pelo comércio ilícito era portador de dispositivo eletrônico de monitoramento.

Em monitoramento no endereço indicado, os policiais conseguiram identificar o suspeito, percebendo sua constante movimentação. Durante a vigilância, os investigadores flagraram o momento em que o suspeito entregou algo, para um possível usuário. Os policiais realizaram a abordagem do dependente químico sendo encontrado com ele, uma porção pequena de pasta base de cocaína.

Diante das evidências, os policiais se deslocaram até a casa do investigado porém ele havia foragido, para evitar uma possível abordagem policial. Em buscas na residência, os policiais encontraram no quarto do suspeito, várias notas de dinheiro que estavam em cima de uma mesa, totalizando R$ 505, além de dois aparelhos celulares de origem não identificada.

Em continuidade as diligências, os policiais receberam informações de que o traficante estava escondido em uma casa próxima a sua residência, em um local de difícil acesso. O suspeito foi localizado no interior da residência e conduzido a DRE junto aos demais materiais aprendidos, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

O usuário abordado pelos policiais e encontrado com entorpecente também foi conduzido e responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência por uso de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *